Salvador: projeto patrocinado pelo Governo do Estado apresenta tributo a Raul Seixas em show no Parque Costa Azul

Tributo a Raul Seixas é apresentado em show no Parque Costa Azul em Salvador.

Tributo a Raul Seixas é apresentado em show no Parque Costa Azul em Salvador.

A poucos metros da praia, de frente para o mar. Foi assim que centenas de pessoas assistiram, no final da tarde deste sábado (13/06/2015), ao show do cantor Marcos Clement, acompanhado pela banda Arapuka. A apresentação, intitulada ‘Um Tributo a Raul Seixas’, foi  realizada no Parque Costa Azul, em Salvador. Aberta ao público, a iniciativa integra a programação do projeto ‘Música do Parque’, patrocinado pelo Governo do Estado, por meio do Faz Cultura, em parceria com o instituto de responsabilidade social Oi Futuro.

O secretário estadual de Cultura, Jorge Portugal, prestigiou o evento e destacou que um dos papéis do governo é “fomentar este grande ato cultural. Já estamos batendo na porta da iniciativa privada para que possamos multiplicar ainda mais este tipo de evento que estamos vendo aqui, maravilhoso”.

Para Marcos Clement, é uma satisfação muito grande homenagear o pai do rock brasileiro, a quem ele se refere como um grande ídolo. “Poder cantar as músicas deste conterrâneo, um mestre da música, e participar do projeto Música no Parque, que já é consolidado em Salvador, é muito especial. Estamos começando as homenagens aos 70 anos que Raul Seixas estaria completando no dia 28 de junho de 2015”.

Para o promotor de marketing, Alexandre Okada, o Música no Parque é um evento importante para a cidade, porque amplia as opções de eventos gratuitos. “É muito positivo. Isso é uma coisa certa de se fazer. Reunir o pessoal com segurança e organização. Não importa o lugar, se é no bairro da Ribeira ou aqui no Costa Azul, tem que estar sempre fazendo. Senão, como as pessoas vão ter opção?”.

Para ir ao show, a enfermeira Adriana Santos usou uma camiseta com a estampa do rosto de Raul Seixas, com o intuito de reafirmar sua admiração pela obra do artista. O show, segundo ela, permitiu matar a saudade de canções que marcaram uma geração e também proporcionou que os mais jovens conhecessem a história de Raul.

“Ele foi um pensador, uma pessoa extremamente inteligente, que colocava questões importantes nas letras de suas músicas, numa época de ditadura, a década de 70. As letras dele eram um escândalo. Algumas músicas não podiam ir ao ar em alguns eventos por causa das letras”, disse Adriana.

Teve quem, além de curtir o som, aproveitou para ganhar dinheiro. É o caso do vendedor de drinques Eduardo Nery, há 15 anos atuando nos principais eventos da capital. “Quanto mais eventos, melhor pra gente, né? Para o vendedor ambulante em geral e até para o comércio ao redor”.

Raízes da Bahia

O próximo show do Música no Parque será realizado no dia 4 de julho, também no Parque Costa Azul. Sob o tema ‘Raízes da Bahia’, terá  a participação dos cantores Riachão, Juliana Ribeiro e Barquinha de Bom Jesus dos Pobres.

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.