Quatro procuradores se candidatam à chefia da Procuradoria-geral da República

Sede da Procuradoria-Geral da República em Brasília.

Sede da Procuradoria-Geral da República em Brasília.

A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) recebeu na segunda-feira (15/06/2015) quatro candidaturas para eleição do novo procurador-geral da República (PGR). Os candidatos vão disputar a vaga de Rodrigo Janot, atual procurador e candidato à recondução.

Além de Janot, estão na disputa os subprocuradores-gerais Carlos Frederico Santos, Mario Bonsaglia e Raquel Dodge. A campanha eleitoral começa hoje (16) e será encerrada em 4 de agosto, um dia antes da escolha da lista tríplice, que será definida por meio de consulta entre os membros do Ministério Público Federal (MPF) em todo o país.

O mandato de Janot acaba dia 17 de setembro, mas ele pode ser reconduzido pela presidenta Dilma Rousseff por mais dois anos. Mesmo com essa possibilidade, a eleição interna entre 1,2 mil membros da PGR tem de ser feita para formação da lista. A apresentação da relação não é obrigatória, mas é feita pela ANPR desde 2001. A entidade entende que é a maneira mais democrática para indicar seu representante.

A presidenta não é obrigada a nomear o candidato mais votado. Porém, o critério é observado desde o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para tomar posse, o procurador precisa ter o nome aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado e pelo plenário da Casa.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br