“Programa ‘Mais Futuro’ proporciona emprego para mais 165 jovens”, avalia governador Rui Costa

Governador Rui Costa participa de solenidade do programa 'Mais Futuro'.

Governador Rui Costa participa de solenidade do programa ‘Mais Futuro’.

O primeiro emprego é uma oportunidade para mais 165 jovens que participaram da aula inaugural do Programa Mais Futuro, na manhã desta segunda-feira (15/06/2015), no auditório da Secretaria da Infraestrutura, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador. Presente no evento, o governador Rui Costa afirmou que o programa é só um passo na vida desses jovens, que vão trabalhar nas unidades do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC).

“É preciso aproveitar e extrair o máximo dessa primeira oportunidade. O aprender é cumulativo e por isso é preciso cuidar da educação desde a infância”. Para Rui, no trabalho é a mesma coisa. “Se você for acumulando aprendizado desde o primeiro emprego, tudo vai ficando mais fácil. Na próxima entrevista de emprego, por exemplo, o entrevistador já vai perceber a experiência que vocês já têm. As empresas avaliam não somente o currículo, mas também a capacidade de ser proativo, de resolver problemas, ou seja, a vontade de trabalhar”.

Em sete anos, o programa realizado pelas Voluntárias Sociais da Bahia, em parceria com a Secretaria da Administração do Estado, já capacitou cerca de 2,5 mil jovens, como o estudante Adriano de Jesus dos Santos, 21 anos, que agora está cursando Tecnologia em Eventos no Instituto Federal da Bahia (Ifba). Ele dividiu sua experiência com os jovens que estão ingressando agora no Mais Futuro. “Na capacitação teórica, aprendi normas, procedimentos e comportamento para estar no ambiente de trabalho”. Segundo ele, no SAC foi possível colocar em prática tudo o que aprendeu durante a capacitação teórica. Aprendi a organizar documentação, a lidar com as pessoas. Conhecemos muitos órgãos e pessoas. O SAC é uma oportunidade de se tornar um profissional competente e também um cidadão consciente”.

Novos programas

“Este programa é tão vitorioso que estamos usando-o para formatar um novo, que deve ser lançado em julho”, informou Rui. Segundo ele, serão enviados para a Assembleia Legislativa os projetos dos programas Primeiro Emprego e Primeiro Estágio. “São iniciativas para estimular os setores público e privado a contratar os jovens, tanto para um estágio de seis meses, como para a primeira oportunidade de emprego. No caso do Estado, nós vamos ofertar cerca de nove mil vagas em todas as áreas do Estado – Saúde, Educação, Infraestrutura”.

Expectativa

A expectativa é grande para Arthur Adler, 21 anos, morador de Sussuarana. Ele está estudando Direito e agora vai começar a trabalhar no SAC. “Eu estava no terceiro ano do colégio. Eu e um amigo fizemos a prova em 2011 e agora fomos chamados. Vai ser bom para receber esse conhecimento prático e teórico, trabalhar com o público e descobrir como funcionam os órgãos públicos”.

A diretora de Formação para o Trabalho das Voluntárias Sociais, Leila Colangeli, informou que os jovens passaram por um processo de seleção. “Eles são convocados por ordem de classificação, passam pela capacitação teórica e são encaminhados para um órgão do Estado. Estes vão receber mais de 800 horas de capacitação teórica nas Voluntárias e mais de mil horas de prática no SAC. Eles terão ainda carteira assinada, salário mínimo com vales transporte e alimentação e saem com certificado”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br