Prefeitura de Salvador afirma não haver motivo para estado de greve dos servidores

Prefeitura Municipal de Salvador diz que greve é desnecessária.

Prefeitura Municipal de Salvador diz que greve é desnecessária.

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), afirma que não há motivo para que o Sindicado dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps), Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde (Sindacs) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (APLB) decretem estado de greve. As negociações com as categorias estão em andamento desde abril e as próximas reuniões das mesas de negociação estão marcadas para os dias 8, 9 e 10 de junho, quando a proposta de reajuste salarial 2015 será apresentada.

“Entendemos que só pode ser uma forma de pressão. Temos as reuniões das Mesas Permanentes de Negociação agendadas para a próxima semana, com o compromisso de apresentarmos nossa proposta de reajuste salarial. Obtivemos conquistas importantes através do diálogo com os representantes dos servidores. Destacamos as demandas mais relevantes: os Planos de Cargos e Vencimentos (PCV) e de saúde. No caso do PCV, o acordo firmado ano passado já foi cumprido na folha do mês de maio”, afirma o secretário de Gestão, Alexandre Pauperio, destacando que ainda estão em andamento as negociações com as entidades.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br