Petista aponta contradições na gestão do prefeito Luizinho Sobral em Irecê

O líder político Mário Jacó critica atuação de Luizinho Sobral.

O líder político Mário Jacó critica atuação de Luizinho Sobral.

Neste domingo (31/05/201), as comemorações dos 82 anos de emancipação política do município de Irecê, no sertão da Bahia, terão conotações de protestos, de acordo com o líder político na região, Mário Jacó (PT), suplente de deputado estadual. Segundo Jacó, o momento seria para que todos celebrassem as conquistas, os avanços e desafios que têm pela frente, mas a gestão de Luizinho Sobral (PTN) aponta contradições e fortalece o modo desastroso de aplicação do erário. “Infelizmente a população de Irecê não está satisfeita com o caminho que a cidade tomou, após as eleições municipais. O caos da administração do prefeito Luizinho Sobral, iniciada em 2013, é motivo de preocupação para movimentos sociais, sindicatos, lideranças e para o povo em geral, uma clara política de ‘pão e circo’, que atrapalha o desenvolvimento”, salienta.

O líder petista diz ainda que a prefeitura anunciou os artistas escalados para o São João e segue os mesmos fundamentos “da velha receita de administrações desastrosas. Estão mascarando os problemas, trazendo cada vez mais distração para o povo. Depois de tanta arrecadação e pouquíssimos investimentos, fica difícil não comparar a lastimável situação. Não sou contra os festejos juninos, pelo contrário, acredito que é uma tradição cultural importante, mas temos que ter compromisso com todas as pautas. Alegar não ter recursos para pagar o piso salarial dos professores do ensino básico, que cuidam da educação e do futuro de Irecê, e, ao mesmo tempo, fazer uma festa multimilionária não é compatível com uma administração séria”.

Jacó também lembra que falta planejamento, e que os bairros estão sem pavimentação, além do descaso com a saúde, gastos excessivos com serviços públicos que deveriam ter baixo custo e cortes no quadro de pessoal para fazer os serviços básicos são problemas constantes em Irecê. “Isso tudo se associa a cooptação da mídia local, que reverbera para os quatro cantos o desenho de uma gestão que não existe, quando na prática a população sofre com os desmandos. Esse nítido contraste mostra a quem o grupo do prefeito serve”. Para o petista, Luizinho Sobral já começou também as manobras para 2016, refazendo as promessas e as maquetes que não saem do papel, inclusive com a promessa de inaugurar obras deixadas pela administração anterior, que ainda não foram concluídas no seu terceiro ano de governo.

Outras publicações

Governo entrega rodovias, UPA, Samu e Centro de Parto em Irecê O governador Jaques Wagner e o vice-governador e secretário de Infraestrutura da Bahia, Otto Alencar, entregam, nesta terça-feira (18/09/2012), às 10h...
Em Brasília, governador Jaques Wagner busca acelerar obras da Barragem de Mirorós A situação crítica de 14 municípios na região de Irecê, atingidos pela seca prolongada e pelo consequente nível baixo das águas na Barragem de Mirorós...
Obra da CODEVASF vai facilitar comércio de produção familiar no Território de Irecê Codevasf investe naregião de Irecê. Na imagem, vista aérea do projeto Baixio de Irecê. Uma obra em fase de execução pela Companhia de Desenvolviment...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br