Marco Zero, um novo site de jornalismo independente

Reprodução de página na internet da ONG 'Marco Zero'.

Reprodução de página na internet da ONG ‘Marco Zero’.

Na terça-feira (16/06/2015), passou s ser veiculado o site da ‘Marco Zero Conteúdo (marcozero.org)’, um espaço dedicado ao jornalismo independente e sem fins lucrativos. A Marco Zero é um empreendimento criado por um grupo de jornalistas que acreditam na possibilidade de construir, cotidianamente, reportagens pautadas na ética, na transparência, na defesa dos Direitos Humanos e na construção coletiva do conhecimento e na cooperação como a melhor maneira de fazer jornalismo. Produzidas e editadas por profissionais que procuram ver o mundo com um olhar diferenciado, as matérias publicadas no site poderão ser livremente reproduzidas por qualquer veículo, blog ou pessoa em suas redes sociais sob a licença creative commons.

Para manter a independência, a Marco Zero optou por não receber patrocínios de governos, empresas públicas ou privadas. “Nossa sobrevivência depende da colaboração e doações voluntárias dos leitores. Mas também iremos buscar parcerias com algumas fundações e organismos internacionais que estejam de acordo com os princípios de nossa política editorial, além de realizar cursos, capacitações, seminários e prestar consultorias em diversas áreas. Também iremos manter em nosso site uma loja virtual onde venderemos produtos com nossa marca”, explica Sérgio Miguel Buarque, um dos fundadores da agência, ressaltando a importância de diversificar as fontes de recursos.

A Marco Zero surge em um momento no qual o Recife passa por uma empolgante luta entre modelos urbanísticos distintos, que tem como epicentro o Cais José Estelita e o projeto “Novo” Recife. Por isso, a questão urbana será um dos focos prioritários das coberturas do site. “Nosso ponto de observação será o Recife e a vida nas cidades da sua Região Metropolitana. O Semiárido, região simbioticamente ligada à capital de Pernambuco, também deverá receber atenção dos nossos olhares, assim como a permanente construção da Democracia e o respeito aos Direitos Humanos. Também abrimos espaço para a narrativa, publicando e incentivando histórias bem contadas”, esclarece o jornalista Inácio França, que será o responsável por coordenar o conteúdo publicado no site.

Junto com o site, a Marco Zero já traz ao público quatro cursos para os meses de julho e agosto. Segundo a jornalista Carol Monteiro, “além de ser uma fonte de recursos para ajudar a manter a agência, os cursos são uma forma de colaborar com a difusão de boas práticas de jornalismo e também de aproximar mais pessoas do projeto”.

Confira

Sítio: http://marcozero.org/

Site: marcozero.org // Facebook: facebook.com/mzconteudo //

Twitter: @mzconteudo // Email: marcozero@marcozero.org

*Por Por Laércio Portela, do blog de Altamiro Borges.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br