Líder da Oposição diz que governo Rui Costa perde controle sobre a violência

Deputado Sandro Regis critica gestão da segurança pública.

Deputado Sandro Regis critica gestão da segurança pública.

O líder da Oposição na Assembleia Legislativa, deputado Sandro Régis (DEM) disse nesta quarta-feira, (03/06/2015), ao ser entrevistado por  site de notícias,  que o Governo do Estado perdeu completamente o contro sobre a violência, cuja a escalada nos últimos meses atingiu índices alarmantes. “Estamos vivendo uma verdadeira guerra civil”, alertou o democrata, apontando os números desse primeiro trimestre de 2015, divulgados oficialmente pelo próprio governo e que constata o assassinato de 1.503 baianos, número maior que o de São Paulo e o do Rio de Janeiro, estados com maior população que a Bahia. Nesse mesmo período São Paulo registrou 1.454 mortes, incluindo homicídios dolosos por acidente de trânsito e o Rio de Janeiro, 1.150. ” Já a Bahia, que tem população menor, superou esses números e já é considerado o estado mais  violento do país”, indignou-se, acrescentando que de 2002 a 2012 o crescimento de assassinatos na Bahia atingiu a inacreditável marca de 242%, conforme atesta o Mapa da Violência..

“Estamos perplexos e alarmados diante da total falta de segurança, que vem gerando temor e pânico, tanto na capital como em praticamente todos os municípios baianos”, advertiu Sandro Régis, lembrando os acontecimentos violentos dos últimos dias  que geraram terror em diversos pontos do Estado, a exemplo das explosões de caixas eletrônicos, assalto a ônibus coletivos com assassinato de cobrador e passageiro, além da ação desafiadora de uma quadrilha que invadiu a cidade do Conde atirando, fazendo reféns e assaltando a única agência bancária da cidade.

” O Estado perde a guerra da criminalidade”, criticou o deputado informando que só este ano 100 bancos sofreram ataques dos criminosos. “Não se trata de partidarizar e nem fazer discuso político sobre a violência. O crescimento da violência na Bahia é fato, está diagnosticada e expressa nas estatísticas divulgadas pelo próprio governo”, ponderou Sandro Régis, informando que os dados desse primeiro trimestre de 2015 apontam também que em relação a 2014, cresceu o índice de roubo seguido de morte, em 66,67%, roubo de ônibus urbano, em 43,69% e furto de veículo, em 3,15%. “Conforme dados da SSP, nos primeiros três meses desse ano nada menos que 4.774 veículos foram roubados na Bahia, sendo 2.227 em Salvador”, informou, cobrando imediatas e enérgicas providências do governo para reverter esse quadro que, segundo ele, vai se tornando cada vez mais dramático e assustador. “Em sua mensagem ao Legislativo no início do seu mandato o governador Rui Costa garantiu eficientes ações de combate à violência com a criação de unidades especiais e implantação de Força-Tarefa e até agora o que assistimos é a Bahia perder a guerra contra a violência e contra a bandidagem”, finalizou.

Outras publicações

Municípios terão novas bibliotecas pública e capacitação de funcionários Resultado da parceria entre o governo da Bahia, através da Fundação Pedro Calmon, o Ministério da Cultura e prefeituras, até 2 de agosto de 2010, serã...
PM reforça em 50% o número de blitze no estado Polícia Militar da Bahia realiza blitz. A Polícia Militar da Bahia vai aumentar em 50% o número de blitze realizadas em todo estado. O anúncio foi f...
Deputado Luciano Ribeiro é homenageado em inauguração da nova sede da Amavale Inauguração de nova sede da Amavale. O mês de julho de 2016marcou mais um avanço para a Amavale - Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Alto S...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br