Gestão de João Martins na presidência da Faeb é suspeita de grave irregularidade. Pecuarista participa de 17 representações em entidades distintas

Depois de 15 anos no poder da Faeb, gestão de João Martins da Silva Júnior é questionada.

Depois de 15 anos no poder da Faeb, gestão de João Martins da Silva Júnior é questionada.

Relação das entidades em que João Martins da Silva Júnior possui representatividade. Faeb não informou quanto o presidente João Martins fatura em  jetons.

Relação das entidades em que João Martins da Silva Júnior possui representatividade. Faeb não informou quanto o presidente João Martins fatura em jetons.

Depois de 15 anos na presidência da Federação da Agricultura do Estado da Bahia (FAEB), João Martins da Silva Júnior passou a ser questionado com relação à condução da entidade. O pecuarista e prefeito de Andaraí, Wilson Paes Cardoso (PSB), lidera um grupo de empresários do agronegócio e membros da agricultura familiar descontentes com a gestão de Martins.

O grupo liderado por Wilson Cardoso informou que sopesam contra a presidência de João Martins suspeita de graves irregularidades, a exemplo de:

– Patrimonialização da entidade, sendo reeleito seguidamente por 15 anos.

– Descumprimento da legislação no que concerne o processo eleitoral de renovação da direção da entidade. Inclusive, sendo revogado processo eleitoral por ordem judicial.

– Esvaziamento da representatividade da entidade, com a perda de associados no período em que preside a Faeb.

– Cerceamento do direito de fala, por parte dos associados, durante as reuniões presididas por João Martins.

– Falta de transparência pública dos gastos realizados pela entidade.

Além destes elementos, investigações do Jornal Grande Bahia (JGB) apontaram que a presidência da Faeb pode estar rendendo uma fortuna em jetons oriundos do pagamento por participação no conselho de entidades governamentais e não-governamentais.

João Martins, segundo a própria Faeb, participa do conselho de 17 entidades. Algumas delas realizam o pagamento de jetons, a exemplo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

Foi encaminhado para a assessoria de imprensa da Faeb um questionário. Dentre os itens do questionário, deveria ser informado quanto João Martins estava recebendo por mês por participar do conselho das 17 entidades? Até o momento da publicação da matéria a assessoria de imprensa não informou o milionário montante que Martins pode estar recebendo por participar de tantos conselhos simultaneamente.

Observa-se que os recursos oriundos da participação nesses conselhos, na maioria dos casos, possuem origem no setor público. Observa-se, também, que a participação simultânea em tantas entidades governamentais e não-governamentais podem indicar que João Martins acumulou mais funções nas quais não participa com efetividade.

MPF será notificado

Resultado de jornalismo investigativo, nos próximos dias o JGB vai publicar novas matérias sobre a atuação de João Martins. Ao final, todo o conteúdo será encaminhado para o Ministério Público Federal (MPF), na forma de representação.

Leia +

Gestão de João Martins na presidência da Faeb é suspeita de grave irregularidade. Pecuarista participa de 17 representações em entidades distintas

Gestão da Faeb omite informações e documentos referentes ao processo eleitoral

Justiça determina suspensão da eleição da Faeb, e Chapa Renovar requisita afastamento do presidente João Martins e instalação de comissão eleitoral independente

Assembleia da Faeb é marcada por graves indícios de irregularidade

Presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Feira de Santana avalia que falta democracia no processo para escolha da nova direção da Faeb

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.