Fogos de artifício e som alto podem lesar a audição

Otorrinolaringologista Clarice Saba rienta que os pais tentem preservar a saúde auditiva das crianças através de protetores auriculares.

Otorrinolaringologista Clarice Saba rienta que os pais tentem preservar a saúde auditiva das crianças através de protetores auriculares.

O barulho dos fogos de artifício e das altas caixas de som podem lesar a audição, causar zumbido, perfurar o tímpano e até gerar uma perda auditiva. Esse é o alerta da otorrinolaringologista Clarice Saba para quem vai curtir os festejos de São João. A médica explica que é importante que as pessoas preservem a saúde auditiva para evitar os danos, às vezes irreversíveis.

“Você deve evitar se aproximar do barulho. Você pode ir para o forró, é claro, mas evite ficar próximo à caixa de som. Os fogos de artifício são ainda mais prejudiciais, pois estrondam inesperadamente e se transformam em um trauma acústico. Lembre-se que o som é pressão sonora e um único barulho pode lesar a sua saúde auditiva para sempre”, afirma.

A otorrinolaringologista orienta que os pais tentem preservar a saúde auditiva das crianças através de protetores auriculares. Os que trabalham nos locais de superexposição também devem tomar cuidados. O tempo de exposição, a intensidade do som e a distância entre a pessoa e a fonte sonora influenciam diretamente nesta possível lesão. Caso o indivíduo tenha zumbido ou dores de ouvido, o indicado é evitar novo contato com o barulho, fazer um repouso auditivo e procurar ajuda profissional.

“O volume de 85 decibéis é suportável por até oito horas consecutivas. Para cada cinco decibéis a mais, o limite cai pela metade. Ficar perto das explosões dos fogos de artifício e das caixas de som é ficar exposto, em média, a 115 decibéis. Isso significa que, de modo geral, o indivíduo só pode ficar exposto a esses barulhos por sete minutos”, esclarece a médica, que já ganhou o mais importante prêmio científico internacional na área de estudos sobre zumbido, o Jack Vernon Awards,

Dicas

Dicas que mostram que o ambiente não está sendo saudável para os ouvidos:

– se você tem que gritar para ser ouvido;

– se você não entende o que estão falando a um metro de distância;

– se a música tocada no seu fone de ouvido pode ser ouvida por uma pessoa próxima a você;

– se após exposição ao barulho você apresentou zumbido.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br