Está aberto o Arraiá de Feira de Santana em São José

Cena do 'Arraiá de São José' que ocorre em Feira de Santana.

Cena do ‘Arraiá de São José’ que ocorre em Feira de Santana.

Está aberta a temporada de forró no município de Feira de Santana. O Arraiá da Feira foi iniciado na noite deste domingo, (21/06/2015), no distrito de Maria Quitéria, com o tradicional São João de São José. Até o dia 28 de junho serão cerca de 100 horas de forró para animar os amantes dos festejos juninos.

A festa começou com a apresentação da banda Swtak do Forró, que esquentou o público que chegava a praça principal do distrito. Logo após, foi a vez da coroação das majestades do São João de São José.

A rainha, Rebeca Fonseca Barbosa, e as princesas Amanda Oliveira Santos e Aleandra Ferreira, receberam das autoridades as faixas e coroas para reinarem durante os três dias dos festejos (21 a 23 de junho). O prefeito José Ronaldo de Carvalho participou da solenidade. Sem deixar o público esfriar, o cantor J. Sobrinho trouxe o autêntico forró pé-de-serra.

Ainda era domingo quando Chambinho do Acordeon entrou no palco. O cantor, que interpretou Luiz Gonzaga no filme “Gonzaga: de pai para filho”, era a atração mais esperada da noite. Em seu repertório, músicas como “Sabiá”, “Xote das meninas”, “Morte do Vaqueiro” e “Asa Branca”.

Entrando na madrugada da segunda-feira, 22, a banda Saia Rodada começou a fazer seu show. Com os antigos e novos sucessos, o grupo de forró eletrônico não deixou ninguém parado.

Nesta segunda a festa será comandada pelas bandas Aviões do Forró e Luan Estilizado – finalista do programa Super Star, da Rede Globo. Na noite ainda terá as apresentações de Arquivo Nordestino e Jurandir da Feira.

Moradores e comerciantes de São José acreditam em festa bastante positiva

A largada para o São João de São José será neste domingo, 21, a partir das 20 horas com várias atrações musicais, como Zé Araújo,  J. Sobrinho, Saia Rodada e Chambinho do Acordeon.  Nada menos do que 100 horas de forró esperam os visitantes. E este ano a expectativa de moradores e comerciantes do distrito Maria Quitéria é ainda maior do que nos anos anteriores.

“A expectativa é a melhor possível”, exclama com um sorriso estampado no rosto o morador Francisco Pinheiro, o “Chico” da igreja  de São José. Ele aposta que o cancelamento de outras festas na região, devido a crise, deve atrair um número bem maior de visitantes para Maria Quitéria. “É pertinho e tem tradição de fazer grandes festas juninas. Vai ser a maior concentração que já tivemos”, acredita.

Quem também compartilha desse mesmo pensamento é o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Feira de Santana, José Ferreira Sales, o Zé Grande. “Já temos algumas reservas de casas que serão alugadas para turistas, sinalizando o interesse que extrapola o município”.  Outro fator importante este ano, segundo ele, foram as chuvas. “A tristeza da seca que castigava desde 2013 este ano deu uma trégua e estamos esperando muito milho e feijão”, aponta.

O dinheiro que circula entre os comerciantes locais também faz a alegria de muita gente. Os estabelecimentos reforçam os estoques e no final não sobra nada, assegura o popular “Dai”, que tem mercado com sortimento recém adquirido em função da festa.

José Raimundo de Almeida, mais conhecido no distrito como “Zé Trovão”, também está feliz pelo que vai faturar como dono de uma área de terra que durante os dias de festejos juninos,  ele transforma em estacionamento particular. São cerca de 500 vagas a mais, o preço é  R$ 10 (carro) e R$ 5,00 (moto). “São João prá mim é uma safra e das boas”, comenta em meio a uma boa gargalhada.

Estrutura 

Para garantir a festança, a Prefeitura investiu em segurança e comodidade. A distribuição dos espaços, feita de modo organizado, evidencia que o lugar onde nasceu a heroína Maria Quitéria também se destaca pela tradição junina de quase meio século e que todo ano nessa época, transforma a sede do distrito numa cidade temática onde reinam a cultura popular, a religiosidade, música e danças dos casais e das quadrilhas.

Espaço não vai faltar. Muito menos para os artistas. O palco das apresentações tem  30 metros de largura (frente) por 12m  de profundidade. “Este é o maior que já instalamos até hoje em Maria Quitéria. Tem capacidade para abrigar mais de uma banda ao mesmo tempo e com isso não haverá intervalos para troca de atrações”, explica Luciano Oliveira dos Santos, supervisor de montagem de estruturas da Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Lazer.

Outras publicações

Confira a coluna de Antonio José Larangeira de 27 de fevereiro de 2011 Juraci  vai ser tema de curta O artista plástico Juraci Dórea poderá  ser tema de um curta metragem dirigido pelo cineasta Tuna Espinheira em parceri...
Fim de semana trágico em Feira de Santana registra quatro homicídios A polícia registrou mais um fim de semana violento com quatro homicídios em Feira de Santana. O primeiro crime aconteceu na madrugada de sábado (06/11...
Terra Nova vence o Campeonato Rural de Bonfim de Feira de Santana Campeonato Rural de Bonfim de Feira. O Terra Nova venceu o Tanque Novo por 2 a 1 e sagrou-se campeão do Campeonato Rural de Bonfim de Feira. A decis...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br