Deputado propõe CPI para investigar Friboi após empresa fechar unidade em Amargosa

Deputado propõe CPI para investigar Friboi.

Deputado propõe CPI para investigar Friboi.

Em visita a Amargosa, município Vale do Jiquiriça, que completa 124 anos de emancipação nesta sexta-feira (19), o deputado estadual Eduardo Salles prometeu mobilizar os parlamentares votados na região e tentar abrir uma CPI na ALBA (Assembleia Legislativa da Bahia) para investigar as operações do Grupo JBS Friboi no Estado.

Durante a entrega de 201 unidades do Minha Casa Minha Vida em Amargosa nesta quinta-feira (18), o governador Rui Costa garantiu que não foi informado pela diretoria da empresa sobre o fechamento da unidade. “Eles não me procuraram, mas eu vou procurá-los”, garantiu o chefe do executivo baiano.

“Vou tentar um acordo com eles [Friboi]. Se não conseguirmos, irei pedir para que coloquem o frigorífico à venda para que outro empresário possa comprar. Se eles não colocarem à venda, vou avaliar com a Procuradoria [Geral do Estado] a decisão de desapropriar o frigorífico”, garantiu Rui Costa.

Eduardo Salles garantiu levar à frente a tentativa de instalar a CPI caso o governador Rui Costa não consiga reverter o fechamento da unidade da JBS Friboi em Amargosa, anunciada pela empresa no início da semana. Com o término das operações no município, 230 funcionários ficarão sem emprego.

“Não é possível uma empresa deste porte não ter feito um estudo de mercado antes de investir mais de R$ 20 milhões na compra do frigorífico”, reclamou Eduardo Salles, durante a sessão solene na Câmara de Vereadores. “Não somos idiotas”, esbravejou o parlamentar baiano.

Para Eduardo Salles, a diretoria da empresa precisa explicar essa saída repentina de Amargosa após comprar o frigorífico em 2014. “Será que farão isso em todo o Brasil, comprar para eliminar a concorrência?”, indagou o deputado.

“Os financiamentos de agentes financeiros públicos e a análise das questões tributárias da comercialização dos produtos Friboi na Bahia serão os focos desta CPI que poderei propor”, esclareceu.

O frigorífico instalado em Amargosa era controlado até o ano passado pela FRIGAMAR (Frigorífico de Amargosa), empresa que ficou sete anos no mercado. Mas em 2014 foi vendido ao Grupo JBS Friboi.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br