De volta à primeira divisão

Fluminense de Feira de Santana na reta final rumo a primeira divisão. FOTO: Apeixoto

Fluminense de Feira de Santana na reta final rumo a primeira divisão.
FOTO: Apeixoto

No último domingo (31), o estádio Joia da Princesa em Feira de Santana, foi tomado pela euforia causada pela possibilidade do Fluminense de Feira Futebol Clube retornar à primeira divisão do futebol baiano.

Como costumam dizer os narradores esportivos: “a casa estava cheia”, proporcionando uma arrecadação e público superiores a algumas partidas de times da série “A”. Infelizmente, dentro das quatro linhas o “Touro do Sertão”, cognome dispensado ao tricolor feirense, não atingiu o objetivo principal que era a vitória e, consequentemente, a sua classificação antecipada para a primeira divisão.

Mesmo assim, os fiéis torcedores do Touro saíram aliviados, porque ainda faltam seis pontos a serem disputados e o Fluminense só precisa de dois, sendo que a última partida será disputada no Joia da Princesa com a possibilidade de sagrar-se “Campeão Baiano da Segunda Divisão”.

Por outro lado, vimos o Jóia da Princesa ao Deus dará. Em total abandono, sem fazer jus ao público que ali comparece. Os sanitários não funcionam, acessibilidade precária, falta manutenção em toda estrutura e o placar nunca foi instalado.

Em Feira de Santana, que possui um centro industrial (CIS) com empresas de grande porte como Pirelli, Nestlé, PepsiCo, Vipal, Belgo, Heineken, entre outras, não seria tão difícil conseguir um patrocinador que colocasse o placar e até, quem sabe, investisse no “Tourão”.,

Sobre o autor

Alberto Peixoto
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. Saiba mais visitando: http://www.albertopeixoto.com.br