Condição da economia leva brasileiros a cortam despesas para equilibrar contas

Consumidora reduz compras de produtos alimentícios.

Consumidora reduz compras de produtos alimentícios.

O momento delicado da economia brasileira leva, cada vez mais, famílias brasileiras a cortarem suas despesas em supermercados e descartarem a compra de bens supérfluos. As informações estão em reportagem do jornal Correio Braziliense publicada no último domingo (31/05/2015).

A matéria relata o caso da aposentada Ana Martins, que abriu mão de passeios com a família e que, a cada compra no supermercado, se vê obrigada a escolher itens que não tiveram os preços significativamente alterados pela inflação.

“A cada mês, tomo um susto no supermercado, porque o preço nunca está o mesmo. Para economizar, pego os encartes e saio pesquisando, compro o que está barato em cada lugar”, disse. “Se a batata está cara em uma semana, compro mandioca”, acrescentou.

O professor de economia João Luiz Mascolo, ouvido pelo jornal, destacou que os efeitos negativos da economia atingem principalmente e de maneira inicial a população mais pobre. E, segundo ele, os impactos depois crescem para as outras camadas da população – como exemplo, ele cita que famílias deixam de contratar planos de saúde e estes, com menor arrecadação, remuneram menos seus médicos.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br