Cachoeira é sede do Governo da Bahia pelo oitavo ano

As 8 horas foi programada na área externa da Câmara Municipal de Cachoeira o hasteamento dos pavilhões do Brasil, Bahia e Cachoeira, além de desfile militar.

As 8 horas foi programada na área externa da Câmara Municipal de Cachoeira o hasteamento dos pavilhões do Brasil, Bahia e Cachoeira, além de desfile militar.

Visitar Cachoeira é oportunidade para conhecer parte da história do Brasil colônia. O Conjunto do Carmo, formado pelo Convento e pela Igreja da Ordem Terceira do Carmo, possui notável valor histórico e monumental. Encontra-se na Praça da Aclamação, região tombada pelo IPHAN. A Construção é de 1715, em estilo barroco. O interior da igreja é revestido de ouro e painéis de azulejos portugueses, abrigando também imagens de madeira de Macau. O prédio do Convento já acolheu o Paço da Câmara, a Casa da Moeda, quartel, pensão e até hospital. Atualmente, o espaço, que sofreu grande reforma em 1981, é ocupado por uma pousada e centro de convenções.

Visitar Cachoeira é oportunidade para conhecer parte da história do Brasil colônia. O Conjunto do Carmo, formado pelo Convento e pela Igreja da Ordem Terceira do Carmo, possui notável valor histórico e monumental. Encontra-se na Praça da Aclamação, região tombada pelo IPHAN. A Construção é de 1715, em estilo barroco. O interior da igreja é revestido de ouro e painéis de azulejos portugueses, abrigando também imagens de madeira de Macau. O prédio do Convento já acolheu o Paço da Câmara, a Casa da Moeda, quartel, pensão e até hospital. Atualmente, o espaço, que sofreu grande reforma em 1981, é ocupado por uma pousada e centro de convenções.

Situada no Recôncavo Baiano, a cidade de Cachoeira sedia o Governo do Estado, por um dia, em 25 de junho de 2015. Este é o oitavo ano em que o município se torna sede do governo estadual, com base na Lei 10.695/07.

A norma ressalta a importância da cidade no processo de independência do País. Foi nessa data, no ano de 1822, que os moradores de Cachoeira iniciaram as lutas pela independência, que culminaram com a batalha em 2 de julho de 1823, data comemorativa da Independência da Bahia.

O governador Rui Costa participa das comemorações em Cachoeira, conforme programação abaixo:

8h – Área externa da Câmara de Vereadores – hasteamento dos pavilhões do Brasil, Bahia e Cachoeira; Desfile Militar

8h30 – Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário – Te Deum

10h – Câmara de Vereadores- sessão solene em homenagem aos heróis da Independência da Bahia

15h – Desfile Cívico com a participação de nove escolas estaduais

Ainda como parte das ações do Estado na cidade, no dia 25, acontece abertura da Rota da Independência, ação que vai percorrer os municípios de Cachoeira, São Félix, Santo Amaro, Maragogipe e São Francisco do Conde.

A Rota é uma ação da Secretaria da Cultura do Estado (Secult) e deve levar a essas cidades aulas públicas, palestras e apresentações até 22 de julho. O SAC Móvel também realiza atendimento em Cachoeira nestas quarta e quinta-feira (24 e 25).

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br