Vereador Alberto Nery cobra informações sobre obras inacabadas da Prefeitura de Feira de Santana

Obras da Praça João Pedreira, Mercado de Arte  foram alvo de cobranças do vereador Alberto Nery .

Obras da Praça João Pedreira, Mercado de Arte foram alvo de cobranças do vereador Alberto Nery .

O vereador e líder da bancada de oposição, Alberto Nery (PT) cobrou na manhã desta terça-feira (24/03/2015), informações sobre a obra que está sendo realizada na Praça João Pedreira, no Centro da cidade de Feira de Santana, onde não existe nenhuma placa, conforme determina a legislação. “Foram colocados tapumes na praça mas não existe qualquer placa com informações sobre o que está sendo realizado, qual investimento, ou tempo de execução. Até hoje não sabemos se é o início do BRT, se é uma reforma. O mesmo acontece com a obra do Mercado de Arte Popular que até hoje não foi concluída”, cobrou.

A reforma de uma praça localizada no Alto do Cruzeiro também foi alvo de críticas. “Há quatro meses fecharam a praça para uma reforma e agora que retiraram o fechamento, o que se vê é que foi feita apenas a troca das pedras portuguesas, com vários pontos esburacados, sem limpeza ou qualquer outro benefício”, expôs.

Ainda durante seu pronunciamento, o petista apresentou uma denúncia feita por colaboradores do Samu. De acordo com os funcionários, após as chuvas do último sábado, a sede foi danificada, mesmo tendo sido reformada recentemente. “Segundo as pessoas que me procuraram para fazer a denúncia, após a chuvas de sábado as salas ficaram totalmente inundadas, inclusive o local onde funciona o setor de regulação, que ficou sem condição alguma de trabalho. Espero que o prefeito resolva o quanto antes essa situação”, declarou.

Transporte Público

A situação caótica do transporte público na cidade e a licitação pela prefeitura realizada no último dia 16 de março também foram abordadas pelo edil.  Segundo Nery, até o momento a Comissão de Permanente de Licitação não apresentou o resultado da análise de documentos das licitantes. “Como cidadão e representante de uma classe, solicitei à comissão cópia da documentação apresentada pelas empresas para acompanhar o processo, que é público. Como até agora não obtivemos acesso aos documentos, encaminhamos denúncia ao Ministério Público, para que ele busque a transparência no processo e não haja fraude e garanta que empresas efetivamente capazes de administrar o serviço em nossa cidade ganhem a licitação”, explicou.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]