Projeto da Prefeitura de Feira de Santana objetiva de identificação de ruas

Francisco Fraga Maia coordena o projeto 'Minha rua tem nome'.

Francisco Fraga Maia coordena o projeto ‘Minha rua tem nome’.

Iniciativa da Secretaria Municipal de Planejamento, o projeto ‘Minha rua tem nome’, desenvolvido em Feira de Santana, acabou com um problema bastante comum em grandes cidades: a dificuldade de identificação de ruas e avenidas.

Logradouros sem CEP (Código de Endereçamento Postal) e até ruas sem nome eram problemas comuns, que atrasavam e até inviabilizavam a entrega de correspondências na cidade.

A iniciativa da Prefeitura Municipal já regularizou a situação em dezenas de bairros e atualmente o trabalho se concentra em conjuntos residenciais. Na sexta-feira, 6, técnicos da Seplan, da Conder e funcionários dos Correios estiveram reunidos com moradores, tratando dos detalhes e da escolha dos nomes que as ruas vão passar a ter para acabar definitivamente com os transtornos provocados pela falta de endereço.

Os moradores participam diretamente do processo e, com a regularização, as ruas recebem placas padronizadas com o nome, o bairro e o número do CEP. “O CEP é uma espécie de certidão de nascimento da rua. Sem ele, o morador fica isolado”, salienta o secretário municipal de Planejamento, Carlos Brito.

“Visando diminuir custos a Prefeitura firmou parceria com algumas empresas que financiam a confecção das placas”, explica Francisco Fraga Maia, que coordena o projeto juntamente com Iara de Oliveira Santos. Em contrapartida os empresários podem colocar sua marca nas peças de sinalização.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]