Deputado Carlos Geilson diz que reforma administrativa prejudica servidores baianos

Carlos Geilson: "Essa reforma prejudicará muitos servidores como os da Bahiatursa, da Ebal, da EBDA e das Dires.".

Carlos Geilson: “Essa reforma prejudicará muitos servidores como os da Bahiatursa, da Ebal, da EBDA e das Dires.”.

A sessão, desta terça-feira (09/12/2014), que votaria o projeto de lei que estabelece a reforma administrativa, para o governo de Rui Costa, foi derrubada após uma manobra da bancada de oposição da Assembleia Legislativa da Bahia, que se aproveitou do momento de distração da liderança do governo e pediu verificação de quórum. Os deputados oposicionistas alegam que a matéria enviada deixa muitos questionamentos, e não explica o que acontecerá com os servidores dos órgãos que serão extintos.

“Essa reforma prejudicará muitos servidores como os da Bahiatursa, da Ebal, da EBDA e das Dires. Profissionais que já tem mais de 30 anos de serviços prestados ao Estado. Nós queremos saber para onde irão esses servidores, para onde eles serão remanejados”, questionou o deputado estadual Carlos Geilson (PTN).

O projeto enviado à Alba prevê, dentre outros tópicos, a readequação da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), da Empresa de Turismo da Bahia S.A (Bahiatursa) e do Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba), que serão transformados em órgãos em regime especial, com vinculações, respectivamente, à nova Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), à Secretaria de Turismo (Setur) e Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e a extinção das Diretorias Regionais de Saúde (Dires).

“Esses profissionais não podem ser tratados desta forma, eles merecem no mínimo uma explicação. O governador Rui Costa nem assumiu a governadoria e já vem dando esse tratamento aos servidores. Preocupante!”, criticou Geilson.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]