Papa Francisco comenta sobre a final da Copa do Mundo de 2014: “Possa o esporte favorecer sempre a cultura do encontro”

Papa Francisco: “A Copa do Mundo fez encontrar-se pessoas de diferentes nações e religiões. Possa o desporto favorecer sempre a cultura do encontro”.

Papa Francisco: “A Copa do Mundo fez encontrar-se pessoas de diferentes nações e religiões. Possa o desporto favorecer sempre a cultura do encontro”.

Cidade do Vaticano (RV) – Com um tuíte, o Papa Francisco manifestou os votos em vista do encerramento do Mundial 2014 no Brasil.

Através da sua conta @pontifex, Francisco escreveu a seguinte mensagem: “A Copa do Mundo fez encontrar-se pessoas de diferentes nações e religiões. Possa o desporto favorecer sempre a cultura do encontro”.

Às vésperas da final entre Alemanha e Argentina, o Pontífice aproveitou a oportunidade para reafirmar o valor do esporte, como fez um dia antes do apito inicial da competição, no dia 11 de junho.

Naquela ocasião, através de uma videomensagem em português, Francisco recordou aos torcedores que as competições futebolísticas devem ser consideradas por aquilo que são: um jogo e, ao mesmo tempo, uma ocasião de diálogo, de compreensão, de enriquecimento humano recíproco.

Eis um trecho daquela mensagem:

A minha esperança é que, além de festa do esporte, esta Copa do Mundo possa tornar-se a festa da solidariedade entre os povos. (…) O esporte não é somente uma forma de entretenimento, mas também – e eu diria sobretudo – um instrumento para comunicar valores que promovem o bem da pessoa humana e ajudam na construção de uma sociedade mais pacífica e fraterna. (…) O esporte é escola da paz, ensina-nos a construir a paz.

O termo usado no tuíte deste sábado “cultura do encontro”, também foi usado na videomensagem:

O futebol pode e deve ser uma escola para a construção de uma “cultura do encontro”, que permita a paz e a harmonia entre os povos. (…) Para vencer, é preciso superar o individualismo, o egoísmo, todas as formas de racismo, de intolerância e de instrumentalização da pessoa humana. Não é só no futebol que ser “fominha” constitui um obstáculo para o bom resultado do time; pois, quando somos “fominhas” na vida, ignorando as pessoas que nos rodeiam, toda a sociedade fica prejudicada.

*Com Informações do Vaticano News.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]