Princípios editoriais do Jornal Grande Bahia

Na essência dos princípios do Jornal Grande Bahia estão o senso moral, a coragem, integridade, humanidade, simpatia pelos oprimidos, independência, devoção ao bem-estar público e disposição em servir a sociedade.

Na essência dos princípios do Jornal Grande Bahia estão o senso moral, a coragem, integridade, humanidade, simpatia pelos oprimidos, independência, devoção ao bem-estar público e disposição em servir a sociedade.

Os conteúdos publicados no Jornal Grande Bahia (JGB) são produzidos a partir de um conjunto de teorias que abrangem os campos da Comunicação Social e da Ciência Social.

Inferes-se que a comunicação social é uma ciência social aplicada, e consiste em um conjunto de sinais a serviço da formação e conservação do grupo social. A ciência social estuda o comportamento humano, as relações humanas e o seu desenvolvimento em sociedade. Nelas estão incluídas áreas como antropologia, direito, história, psicologia, sociologia, filosofia social, economia social, política social, e o direito social.

Infere-se, também, que as ciências sociais estudam as normas de convivência do homem e dos modos da sua organização social. Observa-se que o termo ‘ciências sociais’ também é usado para designar o grupo formado pelas ciências do direito, sociologia e ciências política.

Observa-se no pensamento Joseph Pulitzer um axioma que reúne o conjunto de valores postulados pelo Jornal Grande Bahia:

– Acima do conhecimento, acima das notícias, acima da inteligência, o coração e a alma de um jornal residem no senso moral, na coragem, na integridade, na humanidade, na simpatia pelos oprimidos, na independência, na devoção ao bem-estar público, na disposição em servir à sociedade.

Produção e disseminação da informação

A visão que norteia a produção jornalística do Jornal Grande Bahia é fundamenta no pensamento crítico da Escola de Frankfurt.

A partir dos conceitos acadêmicos da Escola de Frankfurt, o Jornal Grande Bahia objetiva, na produção e disseminação da informação, dar espaço ao contraditório, e a pluralidade de ideias e forças políticas que atuam na sociedade.

Objetiva-se, também, atuar na defesa dos valores socioambientais e socioculturais, através dos princípios inscritos na Declaração Universal dos Direitos Humanos (ONU, 1948).

Infere-se que os conteúdos publicados no jornal são elaborados a partir da análise do discurso, análise documental, pesquisa de campo, e entrevistas. Com a finalidade de apresentar uma visão crítica singular sobre fatos e fenômenos que atingem a humanidade.

O Jornal Grande Bahia assegura o princípio do contraditório, sendo garantido direito de resposta as pessoas, empresas, órgãos, e entidades citadas na publicação.

Conheça algumas publicações que servem como base teórica na produção do Jornal Grande Bahia

Curso Jornalismo Científico

Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Jornalismo – Resolução nº 1, de 27 de setembro de 2013 – Ministério da Educação (MEC)

El-Awady, Nadia – A arte de escrever

Manual de Assessoria de Comunicação/Imprensa 2007 – 4ª Edição Revista e Ampliada

Manual de jornalismo da EBC  – Edição 2013

Manual sobre a Lei de Comunicação Social. EUA: Departamento de Estado dos Estados Unidos da América, 2011.

SOUSA, Jorge Pedro. Elementos de Teoria e Pesquisa da Comunicação e dos Media. 2. ed. Porto: BOCC, 2006.

UNESCO – Manual para jornalistas investigativos

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.