Feira de Santana | Dom Itamar Vian concede entrevista exclusiva ao Jornal Grande Bahia e fala sobre desagregação da família na sociedade

Hamilton Alves de Santana, João Pinho, Dom Itamar Vian e Carlos Augusto. Encontro foi marcado por debate intelectual sobre a desagregação da família.

Hamilton Alves de Santana, João Pinho, Dom Itamar Vian e Carlos Augusto. Encontro foi marcado por debate intelectual sobre a desagregação da família.

Responsável pela coordenação da Igreja Católica em cerca de 180 municípios baianos, o Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana, Dom Itamar Vian, concedeu entrevista ao diretor e editor do Jornal Grande Bahia Carlos Augusto. Acompanhando a entrevista estiveram presentes João Pinho, advogado; Hamilton Alves de Santana, empresário; e a secretária do jornal, Fernanda Garcez.

A entrevista ocorreu ontem (29/01/2014), na sede do Bispado de Feira de Santana, durou 40 minutos e será publicada em duas partes, na próxima semana. Na oportunidade o jurista João Pinho defendeu uma revisão na Lei Maria da Penha, no que concerne as medidas protetivas, as quais impedem o convívio entre os familiares da pseudo ofendida com o suposto agressor. Resultando deste distanciamento a possibilidade de uma tentativa de conciliação, concorrendo com isso para a fragmentação da família.

O arcebispo Dom Itamar Vian recepciona positivamente a proposição, e se comprometeu em submeter a assembleia geral extraordinária do Sínodo dos bispos, convocada pelo Papa Francisco. Oportunidade em que será analisado “Os desafios pastorais sobre a Família no contexto da Evangelização”, com a devida e urgente discussão da necessidade do evangelho na vida das famílias.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).