Deputado Márcio Marinho requer solução para clientes da Unimed Salvador

Márcio Marinho: “A Unimed Salvador encontra-se em precária situação financeira razão pela qual a ANS, Agência Nacional de Saúde Suplementar, decretou regime de intervenção, no entanto a medida não foi suficiente para que houvesse sua recuperação”

Márcio Marinho: “A Unimed Salvador encontra-se em precária situação financeira razão pela qual a ANS, Agência Nacional de Saúde Suplementar, decretou regime de intervenção, no entanto a medida não foi suficiente para que houvesse sua recuperação”

O Deputado Federal Márcio Marinho (PRB) protocolou requerimento na Câmara solicitando a realização de audiência pública para discutir a situação dos beneficiários dos planos de saúde da Operadora Unimed Salvador.

Marinho argumentou que a operadora deixou de oferecer planos de saúde para mais de 27.183 mil beneficiários no Estado da Bahia, conforme informações amplamente divulgadas na imprensa.

“A Unimed Salvador encontra-se em precária situação financeira razão pela qual a ANS, Agência Nacional de Saúde Suplementar, decretou regime de intervenção, no entanto a medida não foi suficiente para que houvesse sua recuperação”, ressaltou o parlamentar.

O parlamentar baiano esclareceu que a  ANS decretou alienação compulsória de sua carteira de clientes, porém não houve operadoras que efetivassem essa aquisição e instaurou a portabilidade especial, procedimento que visa proteger e resguardar os direitos dos consumidores, além de deliberar pela suspensão do registro de operadora de planos de saúde.

Segundo a portabilidade os clientes poderão ser transferidos para outras operadoras de planos de saúde escolhendo planos da mesma categoria de benefícios e na mesma faixa de preço sem carências. Entretanto, ainda restam em média 18.000 beneficiários que não tiveram sua situação resolvida.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).