Previsões para 2013

A primeira e ultima vez que me aventurei nesse exercício advinhatório foi no já distante ano de 2009, e a única previsão que acertei é que erraria quase todas as previsões…

Porém, entretanto, todavia… não contente com o resultado, me farei reincidente. E tome previsões.

Seria fácil, obviamente, fazer como o finado e saudoso pai de santo Painho de Feira e declarar: um líder político vai morrer, um artista de televisão também, um cantor de sucesso idem… mas… não quero agourar ninguém… Portanto, se mantenham vivos.

Lembremos o que escrevi naquela oportunidade:

“Nesta virada de ano, como é mister, muitos se arvorarão na futurologia sob o título de previsões para o próximo ano.

Este que vos escreve também arriscará os seus palpites, confiando que logo, logo o preclaro leitor – e eu também – olvidaremos tudo o que foi previsto, e dessa forma os muitos erros e prováveis poucos acertos não arranharão a presumível respeitabilidade deste cronista.

“Primeiro as boas previsões, claro, depois as nem tanto… Ou melhor, intercalarei umas & outras, certo?

“Comecemos: o (ex) glorioso Esporte Clube Bahia, com novo estádio para sediar os jogos e apoio da grande e fanática torcida, erguerá a taça de campeão baiano pela quadragésima quarta vez, hegemonia incontestável (no passado…)”.

Errei feio naquele 2009.

“O desflorestamento da Mata Atlântica e da Amazônia continuará em ritmo acelerado, independente do ministro de plantão, e a cada dia será destruído o equivalente a 390 campos de futebol ou um campo de futebol a cada 4 minutos. As futuras gerações não saberão sequer o que é um pé de pau – tomara que eu erre…”.

Para 2013, oxalá e todos os santos que eu continue errando…

“O PAC (Programa de Aceleração de Crescimento) será acelerado e afastará do Brasil os efeitos recessivos da crise financeira e econômica. Mas não garantirá o sucesso da candidatura da companheira Dilma Rousseff à presidência. A mala é pesada demais – me desculpem os que sonham com uma mulher na presidência… Não pode ser outra?”

Que furada! Subestimei o poder de transferência de voto do “sapo barbudo” de Brizola. Bem que Obama tinha dito que ele era o cara… e não o Roberto Carlos…

A “outra” em questão era a Marina, que bateu na trave.

Mais uma:

“A Orla Marítima continuará favelizada e Salvador mal administrada; o metrô não será inaugurado”.

Esta era fácil. Também pudera, com JH como prefeito…

“O Papa não virá ao Brasil; Arturzinho será técnico do Bahia pela enésima vez”.

Em 2013 o Papa virá, sim – está agendado. Difícil será a visita de Frank Sinatra. Quanto ao Rei Artur… cadê ele?

“Apesar de todo o empenho da cúpula partidária e grande imprensa, o camarada José Dirceu não será reabilitado”.

Demorou, mas em 2012 o camarada sofreu foi condenação.

“Paulo Coelho ganhará o Prêmio Nobel da Literatura, o primeiro concedido a um brasileiro e o segundo da língua portuguesa – mesmo com erros ortográficos e gramaticais”.

A esperança é a última que morre e o Bar Esperança o último que fecha…

“Um avião irá cair. Desejo sinceramente, caro leitor, que não estejas nele. Em compensação, milhares de aviões decolarão e pousarão, sem problemas”.

Na mosca!

“O prolixo blogueiro Caetano Veloso continuará a protestar a favor das suas pranteadas calçadas portuguesas”.

Quem lembra ainda desta (falsa) polêmica?

“Ronaldo marcará contra as redes adversárias e calará a exigente torcida corintiana. Mas não ficará para a disputa do Campeonato Brasileiro”.

Ficou sim para o Brasileirão, e com relativo êxito. É o cara.

“Se um raio cair sobre a sua cabeça, saiba que isso não voltará a acontecer”.

E tenho dito.

“Continuarão a se desenrolar no mundo 23 conflitos bélicos, média anual, a maioria na África e na Ásia, com enorme mortalidade de civis”.

Triste e permanente realidade.

“Barack Obama dará uma guinada na belicista política externa do governo anterior, o senhor da guerra George Bush Filho, para alívio de iraquianos, palestinos, latino-americanos e o mundo todo”.

Acertei?

“O homem não irá à lua; não irá a Marte; chegará atrasado a todos os compromissos devido aos congestionamentos de trânsito”.

Essa foi fácil.

“As predições do profeta baiano Caetano Veloso se cumprirão: gente é pra brilhar, não pra morrer de fome: luxo para todos”.

Esperança.

“Para nossa glória, o Brasil continuará a ser o coração do mundo, pátria do evangelho”.

Assim seja!

Este prestigioso periódico da Princesa do Sertão continuará a crescer graças a participação e interesse dos nossos amigos leitores.

Um feliz 2013 para todos!

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Juarez Duarte Bomfim
Baiano de Salvador, Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Tem trabalhos publicados no campo da Sociologia, Ciência Política, Teoria das Organizações e Geografia Humana. Diversas outras publicações também sobre religiosidade e espiritualidade. Suas aventuras poético-literárias são divulgadas no Blog abrigado no Jornal Grande Bahia. E-mail para contato: [email protected]