Durante entrevista ao Rotativo News, Colbert Martins Filho faz crítica velada aos deputados federais Fernando Torres e Sérgio Carneiro, e diz que agradece mandato a ACM Neto

Colbert Martins Filho: “nossa representação está muito pequena no orçamento que tramita no Congresso Nacional”.

Colbert Martins Filho: “nossa representação está muito pequena no orçamento que tramita no Congresso Nacional”.

Colbert Martins, Luciano Ribeiro e José Ronaldo. "A participação do PMDB no governo de José Ronaldo está garantida", afirma Martins.

Colbert Martins, Luciano Ribeiro e José Ronaldo. “A participação do PMDB no governo de José Ronaldo está garantida”, afirma Martins.

Na tarde de hoje (14/12/2012), o suplente de deputado federal Colbert Martins Filho (PMDB-BA) concedeu entrevista exclusiva ao jornalista Joilton Freitas, âncora do programa de radiojornalismo Rotativo News (Rádio Sociedade de Feira de Santana).

Durante a entrevista, Martins agradece o retorno à Câmara Federal ao prefeito eleito de Salvador, ACM Neto. Que convidou o deputado federal Maurício Trindade (PR-BA) a ocupar a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza, cargo que passa a exercer a partir do dia 1º de janeiro de 2013.

Segundo Martins, o acordo foi celebrado neste fim de semana em Salvador, e envolveu o vice-presidente da Caixa Econômica, Geddel Vieira Lima, e o prefeito eleito de Feira de Santana, José Ronaldo. Ele agradece a ambos pelo apoio que recebe, e lembra que se trata de uma “decisão política”.

Falando sobre a atuação que pretende ter na Câmara Federal. Martins foi enfático em afirmar: “nossa representação está muito pequena no orçamento que tramita no Congresso Nacional”. Os únicos deputados federais eleitos por Feira de Santana foram Fernando Torres (PSD), eleito;  e Sérgio Carneiro (PT), suplente que assumiu em diversos momentos a cadeira de parlamentar.

Também a crítica por falta de recursos pode ser creditada ao senador João Durval, pai do deputado Sérgio Carneiro. Mesmo sem citar nomes, ao fazer a declaração de que Feira de Santana está carente de participação no orçamento da União, Martins comprometeu a atuação dos congressistas.

Recursos em Brasília

O político lembra que esteve em Brasília ao lado do prefeito eleito de Feira de Santana, em busca de recursos federais, e que em diversos ministérios os recursos estão garantidos, a exemplo do Ministério do Turismo. Mas, lamenta que o CAUC (Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias), instrumento utilizado para controlar os repasses federais, impede que Feira receba os recursos, e lembra que gestões estão sendo feitas para superar o impasse.

Governo de Ronaldo

A participação do PMDB no governo de José Ronaldo está garantida, afirma Martins. Sem revelar nomes, disse que várias pessoas foram colocadas à disposição, e que os nomes serão anunciados na próxima semana pelo prefeito eleito.

Críticas veladas a Lula

Martins não poupou o ex-presidente Lula das críticas, e disse que se no passado o PT foi ferrenho adversário de Fernando Collor de Mello, hoje, tem no senador alagoano, um importante aliado. Outro nome lembrado por Martins foi o do ex-deputado e ministro da ditadura militar, Delfim Neto, a quem segundo Martins,  o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva pedia conselhos.

A espada de Dâmocles

Joilton Freitas, em alusão a mitologia, diz que uma espada presa por um barbante paira sobre a cabeça de Colbert Martins, e questiona o fato do suplente de deputado responder a processos cíveis e criminais por possíveis atos de improbidade administrativa, apurados na Operação Voucher.

Martins explicou que até hoje não conseguiu ser ouvido pela justiça. “Fui inocentado por órgãos de controle administrativo. Espero que sendo deputado federal, e tendo direito a fórum especial, possa ser ouvido e provar a minha inocência”., finaliza.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).