+ Manchetes >

Coração de Maria comemora 68 anos de emancipação política. Deputada Graça Pimenta registra Moção de Aplauso

O município de Coração de Maria seus habitantes comemoram os 68 anos de emancipação política da cidade.  (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)

O município de Coração de Maria seus habitantes comemoram os 68 anos de emancipação política da cidade. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)

O município de Coração de Maria está mais alegre nesta sexta-feira (01/06/2012). Seus habitantes comemoram os 68 anos de emancipação política da cidade. Para celebrar a data, a deputada estadual Graça Pimenta (PR) apresentou Moção de Aplauso nº 14.250/2012 na Assembleia Legislativa (AL). O documento foi inserido na ata dos trabalhos da Casa.

“Nesta data festiva quero aplaudir o município de Coração de Maria e a população mariense pelo aniversário de emancipação política e desejar-lhes cada vez mais força para enfrentar as adversidades”, declara a parlamentar.

Banhado pelo rio Pojuca, o território onde está instalado o município de Coração de Maria pertencia às cidades de Santo Amaro da Purificação e Irará. A área começou a ser povoada em meados do século XIX, quando João Mota, Nacriono Ferreira e Antônio Daltro construíram a capela do Santíssimo Coração de Maria.

Consolidando a fé cristã no lugarejo, o missionário jesuíta Paulo deu início à construção da igreja matriz local em 1848. No ano de 1853 a localidade foi elevada ao nível de freguesia. O desmembramento de Santo Amaro da Purificação ocorreu em 1891 e em seguida o território foi elevado à categoria de vila com o nome da capela local.

No ano de 1892, a denominação da localidade passou a ser apenas Coração de Maria. Por volta de 1940, os marienses sofreram ao ver o seu município ser extinto e anexado como distrito de Irará. Em 1944 o então distrito reconquistou sua autonomia e voltou a ser município. Os distritos de Itacava e Retiro compõem o território mariense.

A economia do município tem a agricultura, com destaque para o cultivo da mandioca, e a pecuária como componentes. Os festejos juninos são marca da cultura local. Graça Pimenta solicitou que a Moção de Aplauso chegasse ao conhecimento da Prefeitura Municipal, da Câmara de Vereadores e das lideranças políticas do município.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]