Preso durante Operação Gandu, Pojuca, delegado Madson dos Santos Barros foi denunciado pelo MP é demitido

Preso durante a ‘Operação Gandu/Pojuca’, deflagrada conjuntamente pelo Ministério Público estadual, por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e de Investigações Criminais (Gaeco), e pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) em abril de 2011, o delegado Madson dos Santos Barros foi demitido pelo Estado hoje, dia 15.

A demissão decorreu de procedimento administrativo instaurado pela Corregedoria da Polícia Civil após a SSP e o MP darem início a investigações criminais que resultaram em duas denúncias apresentadas contra o delegado de Gandu e outros integrantes da quadrilha acusada de “executar” Marcos José dos Santos Barbosa.

As denúncias foram ajuizadas por promotores de Justiça do Gaeco e da Comarca de Gandu. Em uma delas, o MP acusou o delegado e mais sete comparsas de crime de homicídio. Segundo o documento, sob o pretexto de “diligenciar no sentido de localizar um fugitivo que estava na cidade”, ele ordenou o assassinato de Marcos Barbosa, um homem que teve a sua casa invadida em maio de 2009 e foi morto enquanto dormia.

Por esse crime foram denunciados também os agentes de proteção especial da 2ª Vara da Infância e Juventude de Salvador, Edmilson Ramalho, Ângelo Salles, João Carlos Neto, José Sérgio de Jesus e Sérgio Ribeiro; o soldado PM Manoel Souza; e Jimi Jardim. Como ficou constatado que o delegado promoveu a falsificação de auto de resistência para alterar a verdade sobre o homicídio, “acobertando o crime”, ele foi denunciado ainda por crime de falsidade ideológica, além de formação de quadrilha, crime pelo qual também foram denunciados os sete comparsas, além de Milton de Jesus e Vanderley.

*Com informação : Ministério Público da Bahia

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]