Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana diz que reivindicações dos policiais são justas, mas adverte para ações de desordem

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, Antônio Francisco Neto, o Ribeiro, está acompanhando com preocupação os efeitos da greve da Polícia Militar, na cidade e em toda a Bahia. Ele considera justas as reivindicações dos policiais, mas reprova “toda e qualquer ação que possa causar violência e desordem” por parte dos grevistas.

“Alguns fatos que prejudicam as atividades comerciais e até serviços públicos, como o transporte coletivo, estão sendo atribuídos a policiais militares em greve. Se for confirmado o envolvimento deles nesse tipo de ação, é um erro grave”, afirma o presidente da Casa da Cidadania.

Ribeiro defende que o Governo do Estado tenha “o máximo de boa vontade” nas negociações, pois o que os policiais estão reivindicando são melhorias “que toda a sociedade reconhece como legitimas e necessárias”.

– Policial militar é um servidor público da maior importância para a comunidade em todos os segmentos. Precisa ganhar um bom salário pelo risco da atividade e também para que não precisem fazer ‘bicos’ – afirma o vereador.

Em sua opinião, a proposta do governador Jaques Wagner, de escalonamento da remuneração da GAP 4 e GAP 5 é interessante, sob o ponto de vista que é necessário cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas apresenta um problema.

“O Governo não deveria criar compromisso salarial, para nenhuma categoria, sob a responsabilidade da próxima gestão. O ideal é fazer uma programação que comece e termine durante a atual administração”, recomenda o dirigente da Casa da Cidadania.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]