Livro de Amaury Ribeiro Junior, A Privataria Tucana, é tema de sessão especial na ALBA

No lugar da livraria, o debate no plenário da Assembleia Legislativa. O lançamento do livro, “ A Privataria Tucana”, do jornalista Amaury Ribeiro Júnior, será acompanhado de uma sessão especial no dia 1º de março, às 14h, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador. Provocado pelo deputado estadual Joseildo Ramos (PT), o debate vai reunir, além do autor do livro, o deputado federal Protógenes Queiroz (PcdoB), proponente da CPI da Privataria no Congresso Nacional e Luiz Fernando Emediato,publisher da Geração Editorial. Dois temas bem baianos chamam atenção no livro de Amaury: A privatização da Coelba e caso da doação de terrenos na Ilha do Urubu, em Porto Seguro.

“ A Privataria Tucana” é fruto de dez anos de um minucioso trabalho investigativo. São 344 páginas sobre os bastidores da era das privatizações. O livro esgotou sua primeira edição em apenas 24h e está há 10 semanas entre os mais vendidos do país. Todos os fatos narrados na obra estão reforçados em documentos oficiais, obtidos em juntas comerciais, cartórios,no Ministério Público e na Justiça. Mais de trezentos convidados são esperados na sessão. Qualquer pessoa pode participar do debate, inclusive pela internet. Através do twitter, @privatarianaBA, os internautas poderão fazer perguntas, ao vivo, ao jornalista. A sessão será transmitida pelo site de Joseildo.

Saiba +

A “PRIVATARIA TUCANA” nos traz, de maneira chocante e até decepcionante, a dura realidade dos bastidores da política e do empresariado brasileiro, em conluio para roubar dinheiro público. Faz uma denúncia vigorosa do que foi a chamada Era das Privatizações, instaurada pelo governo de Fernando Henrique Cardoso e por seu então Ministro do Planejamento, José Serra. Nomes imprevistos, até agora blindados pela aura da honestidade, surgirão manchados pela imprevista descoberta de seus malfeitos.

Amaury Ribeiro Jr. faz um trabalho investigativo que começa de maneira assustadora, quando leva um tiro ao fazer reportagem sobre o narcotráfico e assassinato de adolescentes, na periferia de Brasília. Depois do trauma sofrido, refugia-se em Minas e começa a investigar uma rede de espionagem estimulada pelo ex-governador paulista José Serra, para desacreditar seu rival no PSDB, o ex-governador mineiro Aécio Neves. Ao puxar o fio da meada, mergulha num novelo de proporções espantosas.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]