Edmundo Filho entrevista o governador Jaques Wagner sobre: criminalidade, Violência, inaugurações, CAPS e Visita da presidente Dilma Rousseff

Em entrevista para o jornalista Edmundo Filho no ultimo dia (31/01/2012), o governador da Bahia, Jaques Wagner, fala sobre temas como: Violência, CAPS e criminalidade do estado.

Edmundo Filho – Governador, na semana passada, o enfrentamento à violência e à criminalidade na Bahia deu um passo significativo – o diferencial de uma reunião sistemática de avaliação dos resultados do programa Pacto Pela Vida.

Jaques Wagner – Olha, Edmundo, a gente vem trabalhando com um planejamento e realmente esse planejamento da semana passada deu um passo fundamental. Primeira reunião 2012 com toda cúpula da Segurança Pública, representação da Assembleia Legislativa, do Ministério Público e do Poder Judiciário. Começamos esse trabalho também avaliando o ano de 2011 e eu digo felizmente porque tivemos uma queda no número de homicídios na Bahia da ordem de 5,5% em relação a 2010. Então, já é um primeiro sinal que o caminho que nos adotamos com as Bases Comunitárias de Segurança, com Serviço de Inteligência, mudando toda forma de trabalhar, ele começa a colher os primeiros resultados. É claro que precisamos melhorar, contratar mais gente, mas eu tenho certeza, Edmundo, inclusive com a parceria e a participação da população, das famílias, das escolas, tenho certeza que a gente sairá vitorioso. Não a curto prazo, porque a luta contra o crime é uma luta cotidiana e de médio e longo prazo. E eu tenho certeza que a gente vai, na parceria inclusive com o Governo Federal que lançou – a presidenta Dilma – o programa, recentemente, de enfrentamento ao uso do crack, nós vamos vencer essa batalha e garantir uma sociedade de paz para nossa gente.

Edmundo Filho – Como parte desta luta foi inaugurado, na última sexta-feira, o CAPS-AD, que é uma unidade de atendimento aos dependentes químicos, com a presença do ministro Alexandre Padilha, governador.

Jaques Wagner – Aliás, é o primeiro e único nesse formato. Ela também é uma unidade escolar, onde estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia terão lá também parte da sua formação nessa área. Então, é um CAPS voltado para atenção a dependente de drogas, inclusive do álcool, e, de lá fomos para Santo Amaro inaugurar o SAMU 192-Santo Amaro/Saubara. Também obras de infraestrutura urbana, e, portanto, foi um dia de sexta-feira muito dedicado a ações na área de saúde.

Edmundo Filho – Já no sábado, governador, o senhor teve uma série de compromissos no interior do Estado. Mais obras e serviços para nossa população.

Jaques Wagner – É verdade. Eu fui a Conceição do Coité entregar 500 unidades do programa Minha Casa, Minha Vida, um investimento de mais de R$18 milhões. De lá nós fomos para Serrinha, onde entregamos também mais 300 unidades do Minha Casa, Minha Vida. Em Serrinha foram R$11 milhões e eu ainda dei ordem de serviço para trecho da rodovia BA-233 até a [BA] 409, levando de Serrinha até Ichu – investimento de R$9 milhões – e também a interligação da [BA] 409 com a [BR]116, em mais R$2 milhões. Isso aí somam R$11 milhões em investimento. Queria só destacar que Serrinha e [Conceição do] Coité são as duas cidades que, proporcionalmente, mais avançaram no programa Minha Casa, Minha Vida do ponto de vista nacional.

EdmundoFilho – O senhor participou no domingo, aqui em Salvador, em companhia da presidenta Dilma Rousseff, de uma cerimônia Memória às Vítimas do Holocausto. Qual a importância de se relembrar essa data, governador?

Jaques Wagner – Olha, há sete anos a ONU – Organização das Nações Unidas – marcou o dia 27 de janeiro como data internacional de lembrança às vítimas do holocausto, do nazismo na época da Segunda Guerra Mundial, e o dia 27 de janeiro é exatamente por que as tropas russas adentraram e libertaram aqueles que ainda estavam no campo de extermínio de Auschwitz, um dos mais dramáticos da Segunda Guerra Mundial, isso em 1945. Todos sabem que eu, como judeu, também perdi familiares. Inclusive, é bom que se diga, foi feita também uma lembrança, uma homenagem especial, já que estamos em Salvador, às vítimas do holocausto, os negros, porque foram mortos mais de 20 mil negros também naquela época porque os nazistas, em busca da chamada raça pura, o que é um absurdo, de uma intolerância religiosa, racial muito grande, também perseguiram ciganos, homossexuais, negros e, principalmente, judeus e comunistas. Então, eu digo sempre, Edmundo: é bom a gente relembrar para que a gente fique sempre alerta e não admita nunca mais uma situação de intolerância como aquela, já que a luta pela paz passa pela tolerância, convívio de todos os seres humanos, independente das suas opções pessoais.

Edmundo Filho – Governador, para a gente finalizar, a presidente Dilma Rousseff participou nessa segunda-feira em Camaçari, da assinatura da ordem de serviço para o início das obras de revitalização da Bacia do Rio Camaçari. É mais investimento para o Estado.

Jaques Wagner – É! Aqui já é uma obra muito importante dentro do PAC 2 da presidenta Dilma. Mais de R$ 270 milhões de investimentos que envolvem Minha Casa, Minha Vida, é revitalização do Rio Camaçari, reurbanização… Realmente, é uma obra significativa. Ela, nesse momento, é a maior obra do PAC 2 aqui na Bahia e, por isso, a presidenta Dilma antes de viajar a Cuba e Haiti, onde eu estarei acompanhando ela nessa viagem, fez questão de atrasar um pouco a sua partida para poder participar dessa ordem de serviço de uma obra importante, que vai valorizar, ainda mais, a cidade de Camaçari e todo o município.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]