Conversas telefônicas demonstram ordens de Marcos Prisco em ações de vandalismo em Salvador

Conversas telefônicas obtidas com autorização da justiça entre os chefes dos PMs grevistas na Bahia, entre eles o presidente da ASPRA, Marcus Prisco, mostram acertos para realização de ações de vandalismo na cidade. As gravações mostram também articulações para que a paralisação se estenda ao Rio de Janeiro, a São Paulo e outros estados.

No primeiro trecho, Marco Prisco combina uma ação de vandalismo com um de seus liderados. Prisco nega ter participado de atos de violência.

Leia abaixo um dos trechos de conversa:

– Prisco – Alô, oi. Desce toda a tropa pra cá meu amigo. Caesg e você. Desce todo mundo para Salvador, meu irmão… Tou lhe pedindo pelo Amor de Deus, desce todo mundo para cá…
– David Salomão – Agora?
– Prisco – Agora, agora. Embarque…
– David Salomão – Eu vou queimar viatura… Eu vou queimar duas carretas agora na Rio/Bahia que não vai dar tempo…
– Prisco – fecha a BR aí meu irmão. Fecha a BR.

Em outra gravação, quem fala é o cabo bombeiro do Rio de Janeiro, Benevuto Daciolo. Ele já foi candidato a deputado estadual no Rio e foi um dos líderes do movimento grevista da corporação no ano passado. Daciolo conversa com um homem a quem ele classifica de “importantíssimo” a respeito de uma possível votação da PEC 300, a Proposta de Emenda a Constituição que garante um piso salarial único para bombeiros e policiais de todo o Brasil. Nesta conversa fica claro que o objetivo é estender a greve de policiais e bombeiros para Rio de Janeiro, São Paulo e outros estados com o objetivo de prejudicar o carnaval.

Dacilolo – Pergunta ao senhor que é pessoa importantantissima a respeito da nossa PEC…pergunto: qual é a verdadeira possibilidade de nós conseguirmos passarmos em segundo turno na semana que vem? Não sei se o senhor sabe. Eu estou com uma assembleia Geral amanhã no Rio de Janeiro, com a abertura de uma greve geral no Rio também, com probabilidade de não ter carnaval nem na Bahia nem no Rio esse ano. E São Paulo acho que está para dar uma resposta agora e os outros estados também. Nós acreditamos que, se tivesse uma resposta do governo, assinalando numa possibilidade de votação no segundo turno da PEC, acalmaria muito, muito o que está acontecendo na Federação.

Em outro trecho, o cabo Daciolo, que estava em Salvador, ouve de uma mulher uma recomendação para que tente influenciar o movimento dos grevistas baianos a não fechar um acordo com o governo. Segundo a mulher, isto enfraqueceria uma possível greve no Rio.

Mulher – Daciolo, Daciolo, presta atenção. Está errado fechar a negociação antes da greve do Rio…
Daciolo – Tudo bem, tudo bem… sabe o que vou fazer agora??? Ligue para ele que eu vou embora daqui, não vou ficar mais aqui.

Mulher – Eles tão querendo que você avalize um acordo antes da greve do Rio. Depois da greve do Rio, muda tudo. Sabe como você vai ajudar eles? Voltando para o Rio, garantindo aqui. O governo vai fazer uma propostinha rebaixada para vocês, vai melhorar um pouquinho esse negócio que eles colocaram. E acho…se vocês garantirem a greve aqui, a mobilização aqui, vocês vão ajudar eles a liberar o Prisco, a ter uma negociação.

Procurado para falar sobre o assunto, Daciolo disse não se recordar da conversa gravada e alegou estar participando de um movimento pacífico na Bahia.

Na tarde desta quarta-feira um grupo coordenado pelo deputado Nelson Pelegrino, formado por deputados federais e pelos senadores Walter Pinheiro e Lídice da Mata reuniu-se com o governador Jaques Wagner. Os parlamentares expressaram solidariedade ao governador e apoiaram as ações tomadas para por fim a greve de parte da PM. Os parlamentares conclamaram ainda a volta à normalidade da sociedade baiana, com o retorno da Polícia Militar às atividades. Presente à reunião, Emiliano José defendeu o término da greve e afirmou que não se pode admitir que atos como os que foram praticados em Salvador atemorizem uma população de mais de 14 milhões de pessoas. “Não é possível aceitar atos de banditismo”, defendeu o deputado petista.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]