Calvície é um problema que atormenta homens e mulheres

Sugerimos pauta de entrevista com o médico especialista em tratamento capilar, Messias Maciel, formado pela Faculdade Baiana de Medicina, com especialidade em cirurgia plástica e com cursos de especialização em Tricologia (implante capilar).

Embora a calvície seja de predominância masculina, esse mal também pode atacar as mulheres e isso vem causando vários transtornos a quem é acometido por esse problema, porque a beleza dos cabelos está intimamente ligada à vaidade feminina e a autoestima, que também atinge o universo masculino de maneira mais frequente.

Homens e mulheres estão cada vez mais preocupados com a sua boa aparência, que representa uma boa parte da sua realização enquanto ser humano e, por outro lado, o mundo globalizado exige cada vez mais, tanto na vida social como profissional uma boa apresentação pessoal.

Padrões de beleza impostos aos cabelos através da moda.

Considerando que a moda impõe padrões de beleza que atingem mais diretamente as cabeleiras femininas, a exemplo das cores obtidas através de tinturas, ou das madeixas lisas e cacheadas, que geralmente são conseguidas através de químicas fortes e nocivas ao couro cabelo e ao bulbo, é bom ficar atento para saber como cuidar dos cabelos adequadamente. O médico Messias Maciel, especialista em tricologia (tratamento e implante capilar), adverte que é necessário atenção para com a saúde do couro cabeludo e dos cabelos para evitar problemas que possam causar calvície prematura ou na idade madura em homens e mulheres.

Porque homens e mulheres são vitimados pela calvície

Nos homens, a predominância da calvície geralmente é causada pelo hormônio masculino (alopecia andro genética) e pelos problemas advindos deste setor. Já nas mulheres, as causas são diversas, a exemplo do stress e do uso excessivo de produtos químicos, como a tintura, alisamentos, entre outros.

Existem também outras causas que podem provocar a calvície feminina, entre elas, está a chegada da menopausa. Durante esse período há uma diminuição de hormônios que pode causar a queda dos fios, embora a calvície feminina e masculina possa também acontecer por outras razões, em jovens e idosos.

Quimioterapia e a queda dos cabelos

Segundo o especialista, o uso da quimioterapia no tratamento de câncer provoca a queda dos fios de forma inevitável, porém, com a interrupção do tratamento os fios voltam a crescer.

Perda crônica de cabelos deixa homens e mulheres calvos

Outra causa preocupante é a perda crônica dos fios, porque a perda de cabelo é contínua e nem mesmo através de implantes encontra-se um bom resultado.

O médico adverte que antes de qualquer implante é de fundamental importância primeiro tratar a queda dos cabelos.

Em casos de homens e mulheres que apresentam tendência à calvície desde jovem, o médico informa que dependendo da causa, é possível deter a queda dos cabelos com medicamentos que inibem a essa queda prematura dos fios.

As causas mais comuns neste caso estão ligadas às deficiências na glândula da tireoide, a deficiência da vitamina A e de ferro, no organismo humano. Mas outra causa importante e que é comum nos tempos modernos é o stress.

Demora em crescer novos fios?

Essa pergunta instigante é uma das que mais preocupam aqueles que sofrem com a queda dos cabelos e a ameaça da calvície.

O médico Messias Maciel informa que tudo que se refere a cabelo é a longo prazo.

Tanto na queda como no crescimento, com exceção nos casos dos usuários de quimioterapia, que perdem os fios em um pequeno espaço de tempo e com a finalização do tratamento, podem tê-los novamente dentro de algum tempo, porque os fios voltam a crescer.

Por outro lado, diz ele, para aqueles que têm cabelos normais, o médico informa que existem fios de cabelo que podem permanecer no couro cabeludo por até seis anos, sendo que essa é a durabilidade média de um fio.

Cirurgia de Implante Capilar

A cirurgia de implante capilar é delicada e demorada, portanto é necessário o uso da anestesia local, ou com sedação (dependendo do cliente e da extensão do implante), além de internação no Day Hospital, onde o paciente permanece durante um tempo e pode voltar para casa no mesmo dia.

A técnica usada nessa cirurgia é a da retirada de fios de cabelo do couro cabeludo com o bulbo, geralmente da parte posterior da cabeça, próximo da nuca. Uma vez retirados, são separados no microscópio e através de uma agulha fina são implantados.

O médico também esclarece que não é possível usar cabelo de um doador, respeitando a compatibilidade humana de cada um.

Regiões comuns da calvície feminina

Geralmente, a calvície feminina aparece na região central do couro cabeludo. Mas se a mulher tiver problemas com os hormônios, ela poderá ter entradas masculinas, que são bem mais definidas.

Soluções para a calvície masculina e feminina

Messias Maciel, médico especialista em tratamento e em implante capilar, aconselha que em primeiro lugar é fundamental um diagnóstico minucioso para depois abraçar uma decisão sobre o melhor tratamento a ser efetuado, ou se seria o caso para um implante capilar.

O especialista também orienta que é de fundamental importância que os homens e as mulheres que se sentem ameaçados pela calvície jamais tomem medicações sem indicação médica. Outra advertência que o médico faz é o perigo do uso de remédios caseiros ou cosméticos com substâncias muito fortes, porque o uso dessas substâncias podem causar maiores danos.

O médico enfatiza que o caminho certo é procurar um especialista que seja da confiança do paciente e com conhecimento nessa área para que o resultado do tratamento ou da cirurgia de implante capilar esteja dentro das expectativas do paciente em uma realidade possível!

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]