Ação integrada garante segurança no interior da Bahia

A 17ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Juazeiro) vai reforçar, a partir desta segunda-feira (6), o plantão noturno. A decisão foi tomada depois de reunião realizada hoje naquele município, envolvendo a Polícia Civil, representantes da Companhia Especial em Caatinga (CPAC) da Polícia Militar, do 72° Batalhão de Infantaria Motorizado do Exército e da Guarda Civil Metropolitana.

Também foi definido o papel que caberá a cada uma das forças, para garantir a segurança da população durante a paralisação parcial da Polícia Militar. O titular da 17ª Coorpin, delegado Fábio Antônio Cândido Araújo, informou que a Polícia Civil manterá as atividades de polícia judiciária durante o dia e reforçará o plantão noturno enquanto durar a greve da PM. “Foram criadas escalas extraordinárias para atender a um possível aumento da demanda durante a noite”, explicou.
Ao Exército caberá a segurança dos centros comercial e financeiro da cidade e do Conjunto Penal de Juazeiro. Já a Guarda Municipal cuidará dos prédios públicos, como a Prefeitura, o fórum e hospitais, enquanto a PM fará, por meio da CPAC, o policiamento ostensivo durante a noite em diversos pontos da cidade.

Reforço nas Coorpins e unidades do interior

Apesar do reforço nas equipes e nas escalas de plantão das delegacias, determinado pelo Departamento de Polícia do Interior (Depin) diante da paralisação parcial da Polícia Militar, o volume de ocorrências, em municípios como Vitória da Conquista, Itabuna, Ilhéus, Teixeira de Freitas, Eunápolis e Brumado, se manteve neste final de semana, entre às 20 horas de sexta-feira (3) até às 20 horas domingo (5), na média dos finais de semana anteriores.

“Na maioria das cidades, o fim de semana teve índices de criminalidade, que podemos classificar como dentro da normalidade”, avaliou o diretor do Depin, delegado Edenir Macedo, que orientou às Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) a incrementarem as atividades de investigação e de polícia judiciária depois que parte da PM anunciou greve. “Nós nos preparamos para atender a um possível crescimento de solicitações”, esclareceu.

Segundo o titular da 20ª Coorpin (Brumado), delegado Leonardo Rabelo, não houve homicídios, saques a estabelecimentos comerciais ou atos de vandalismo na região. “É uma alegria poder constatar que, mesmo havendo uma situação atípica, o fim de semana foi pacífico e o trabalho da Polícia Civil não foi comprometido”, avaliou .

O titular da 23ª Coorpin (Eunápolis), delegado Evy Paternostro, informou que, entre sexta-feira e domingo, nenhuma ocorrência grave ocorreu na região. “Não tivemos registros de homicídio, roubos, saques e atos de vandalismo”, avisou o delegado Ricardo Feitosa, titular da 1ª Delegacia Territorial (DT), de Porto Seguro, que integra também a 23ª Coorpin. O mesmo clima de tranquilidade também aconteceu neste final de semana na área da 7ª Coorpin (Ilhéus), conforme revelou o delegado coordenador Irineu Alves. “Estamos atuando dentro das diretrizes fixadas pelo Depin e, felizmente, não registramos nenhum crime de maior repercussão”, enfatizou.

Segundo Marcos Vinicius Almeida Costa, coordenador da 8ª Coorpin (Teixeira de Freitas), o foco do trabalho da Polícia Civil na região está voltado para a solução de quatro homicídios ocorridos desde o início da paralisação da PM. “Queremos elucidar estes crimes com rapidez, uma vez que não tivemos ocorrências ligadas a saques ou atos de vandalismo”, afirmou.

Em Itabuna, cidade que abriga a 6ª Coorpin e registrou sete homicídios em uma semana, o trabalho da polícia também está centrado na solução destes casos. “Queremos dar um retorno à sociedade sobre a autoria destes crimes e prender os autores”, disse o titular da coordenadoria regional, delegado Moisés Nunes Damasceno.

Em Vitória da Conquista, sede da 10ª Coorpin, ocorreram seis homicídios e dois atos de vandalismo. Segundo o coordenador regional, delegado Odílson Pereira da Silva, o número de homicídios chamou a atenção, pois houve um crescimento de duas para seis mortes, superando a média dos fins de semana. “Minhas equipes estão nas ruas para entender o que houve, pois nossa rotina foi alterada pontualmente”, afirmou.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]