81% das crianças com menos de dois anos estão na Internet. Superexposição feita pelos pais pode ter consequências graves

Alguns pais expõem demais os filhos na internet e, com isso, a web virou palco para as artimanhas dos pequenos. Uma pesquisa realizada pela AVG, empresa fabricante de softwares de segurança, aponta que 81% dos bebês com menos de dois anos já estão, de alguma forma, presentes na web – seja por fotos ou vídeos. Mas até quando essa exposição é positiva?

“Tanta notoriedade causa, involuntariamente, uma invasão de privacidade da criança que muitas vezes ela não deseja e, quando deseja, certamente não tem noção da amplitude que esta exposição pode trazer, nem os pais. Alguns casos, como os vídeos de crianças tomando banho ou em trajes íntimos, incitam a pedofilia”, afirma Carine Borges, pedagoga especialista em novas tecnologias.

Consequências

As consequências podem até ser positivas em alguns casos, como o da menina Isabela. O vídeo “Não fecha a porta, tá? Tranquilo?” (que pode ser visto através do , publicado pelo seu pai, o designer Felipe Horst, já foi assistido por mais de 11 milhões de pessoas ao redor do mundo. O sucesso foi tanto que os pais conseguiram lucrar com a publicação – custeando, assim, o tratamento de Isabela, que sofre de uma lesão no plexo braquial.

Mas essa superexposição pode incentivar também o aparecimento de traumas, bullying e pedofilia. “Especialistas na área de psicanálise indicam que a criança pode entender sua exposição como uma expectativa dos pais em ela ser diferente, melhor e mais performática, ou seja, precisa corresponder a uma expectativa que não é dela, mas sim dos pais”, explica Carine.

Para a pedagoga, os pais devem refletir sobre o que desejam com tanta exposição. “Qual a finalidade de publicar crianças fazendo birras, chorando, submetidas a situações de estresse emocional em troca de divertimento? O que se pretende com a publicação de meninas em danças e trajes sensuais? É preciso definir o que é público (conhecimento de todos) e privado (de família)”, finaliza.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]