Vida Melhor inaugura primeira Unidade de Inclusão Socioprodutiva em Salvador

A primeira Unidade de Inclusão Socioprodutiva (UNIS) do programa ‘Vida Melhor’ será inaugurada nesta terça-feira (17/01/2012), às 11h, no Bairro da Paz, com a presença do governador Jaques Wagner. O núcleo contará com 30 agentes de desenvolvimento e cinco consultores, que atuarão no fomento a pequenos empreendimentos da economia informal na região, que inclui ainda os bairros de Narandiba, Mussurunga, Pau da Lima, Cajazeiras, São Cristóvão, Itapoan e Vila Verde. Na oportunidade, também serão entregues equipamentos para ambulantes e para redes de cozinha comunitária.

A Unis, denominada Salvador Norte, está localizada na Rua da Resistência, 136. Vai proporcionar assistência técnica continuada, microcrédito assistido, qualificação, apoio para a comercialização dos produtos e serviços e até mesmo equipamentos e insumos. O programa vai contemplar ambulantes e arranjos produtivos de alimentação (Cozinheiras), costura, reciclagem e agricultura urbana.

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), que coordena o ‘Vida Melhor’ na área urbana, vai implantar 30 Unidades de Inclusão Socioprodutiva no estado. De acordo com o secretário Carlos Brasileiro, as próximas Unis serão instaladas no Subúrbio Ferroviário, Complexo Nordeste de Amaralina, Metropolitana 1 (Lauro de Freitas) e Feira de Santana. Cada Unis poderá atender entre 1,8 mil a 2 mil empreendedores informais. Os agentes escolhidos pertencem às comunidades onde as Unidades serão instaladas. São preferencialmente jovens, com ensino médio completo, conhecimento em informática e oriundos de famílias do Cadastro Único (CadÚnico).

Conjunto de estratégias

Coordenado pela Casa Civil do Governo do Estado, o programa ‘Vida Melhor’ é um conjunto de estratégias que envolve diversas secretarias e busca emancipar a população em situação de pobreza, tendo como meta a inclusão socioprodutiva de 400 mil famílias até 2015 – 120 mil urbanas e 280 mil rurais. O público prioritário é formado por pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do Ministério do Desenvolvimento Social, na faixa etária de 18 a 60 anos.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).