Paulão diz que radialistas são perseguidos por políticos de Feira de Santana

O apresentador do Caldeirão na TV, radialista Josse Paulo (Paulão), afirma em nota: 

“Feira de Santana, nos últimos tempos está liderando o ranking de perseguição aos profissionais de imprensa. Como já é de conhecimento popular, o radialista Paulão foi tirado do ar a um ano atrás , por fazer criticas verdadeiras alguns políticos desta cidade. Não satisfeitos, os nossos políticos ignorando a liberdade de expressão fizeram mais vítimas, como o radialista Carlos Gielson, Nivaldo Lancaster, Edmo Gomes, e agora recentemente esta sendo vitima destes perseguidores é o radialista Joares Fernandes.

Informações chegadas a nossa redação, que o apresentador do programa Diário da Feira teria criticado os “poderosos, intocáveis” de nossa cidade, e agora está pagando o preço de ter seguido a constituição federal que regi o direito de se expressar livremente aprovada pelo ministro Ayres Brito, e agora está tento seu contrato reincidido.

Até quando estas ratazanas políticas de nossa cidade vão continuar “assassinando” o direito, a liberdade e a vontade do povo de poder manifestar, reivindicar os seus direitos por intermédio da imprensa?”

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).