Operação resulta em 12 prisões e apreensão de explosivos clandestinos

Pelo menos 12 pessoas entre comerciantes e pescadores foram presas no final de semana durante a realização da “Operação Poseidon” que objetivou reprimir o uso e comercialização de explosivos clandestinos. Participaram as Polícias Civil e Militar, Ibama, Marinha e Ministério Público estadual. A operação foi deflagrada nos municípios de Salvador, Feira de Santana, Salinas da Margarida, Itaparica, Simões Filho e Candeias.

Foram apreendidos 305 quilos de dinamite, 247 pavios, 30m de cordão detonante e 4.200 espoletas e uma entrevista coletiva, com a participação de todos os órgãos que participaram da operação, será concedida hoje, dia 23, às 15h, na sede da Companhia de Operações Especiais da polícia (COE), em São Cristóvão. Representando o MP, estará o promotor de Justiça Roberto Gomes, coordenador em exercício do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do Meio Ambiente (Ceama).

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).