Ministro do Turismo Gastão Vieira em entrevista a jornalista Cristina Lira fala da Copa do Mundo, ações de marketing e promoção para 2012

Cristina Lira- Em relação à Copa do Mundo 2014, o senhor acredita que todos os estádios estarão prontos antes da competição?

Ministro Gastão Vieira –“A própria Fifa está confiante no ritmo das obras e das benfeitorias que nossos estádios estão recebendo por conta da Copa do Mundo de 2014. O cronograma das obras segue seu tempo adequado, e temos completa confiança que o Ministério dos Esportes dará conta do recado”.

Cristina Lira – Quais as ações de marketing e de promoção do Brasil no exterior para 2012?

Ministro Gastão Vieira –“Desenvolvemos ações de marketing e publicidade continuamente nos mercados prioritários, mas a grande ação prevista para 2012 é o lançamento de uma nova campanha publicitária, que será realizada no encerramento dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, em Londres. A campanha terá o Brasil como protagonista mundial e a cultura como diferenciador. Também pretendemos lançar uma ferramenta que vai integrar a promoção turística dos destinos com a comercialização dos produtos e roteiros. Será uma espécie de facilitador para o turista estrangeiro no Brasil, que vai unir redes sociais e sites de busca de hospedagem, voos e serviços, permitindo a veiculação de anúncios e ofertas. A ferramenta tem previsão de lançamento para março deste ano. Está programado ainda o lançamento de um jogo que permitirá a simulação de um passeio pelos atrativos turísticos das 12 cidades-sede da Copa do Mundo 2014”.

Cristina Lira – O que falta para o Brasil investir na China, tão importante mercado?

Ministro Gastão Vieira- “A China é um mercado importante, com grande peso no turismo mundial. Afinal, são turistas que viajam muito e que possuem alto poder de gasto durante as viagens. Em relação ao Brasil, a entrada de turistas chineses ainda é pequena, talvez influenciada pela grande distância. Já desenvolvemos ações de aproximação, por meio do relacionamento com operadores de turismo locais, e vamos disponibilizar o atendimento de um executivo do Escritório Brasileiro de Turismo (EBTs) que atenderá à Ásia. A intenção é manter o relacionamento com os empresários dessa área com o objetivo de desenvolver ações que estimulem a inserção do Brasil na lista de destinos procurados pelos turistas chineses”.

Cristina Lira – Quais os destinos que o Sr. acredita serem prioritários para 2012?

Ministro Gastão Vieira –“No planejamento estratégico para 2012, a Embratur definiu a concentração de ações de promoção em 17 mercados prioritários. São eles: Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai, Alemanha, Espanha, Estados Unidos, França, Reino Unido, Itália, Holanda, Portugal, Canadá, México e Bolívia. A definição desses mercados atendeu a alguns critérios, como o histórico do número de turistas enviados ao Brasil, acessibilidade aérea e fronteiras terrestres. Um fator decisivo para atuação em 2012 é o percentual de participação do Brasil no volume de turistas estrangeiros que vêm para a América do Sul. Temos espaço para aumentar nossa representatividade turística no continente. A corrente de comércio e o PIB per capita também são indicadores que influenciaram na seleção dos países prioritários para atuação este ano”.

Cristina Lira – Como o senhor vê a mão de obra no turismo para receber turistas internacionais durante a Copa?

Ministro Gastão Vieira –“Acabo de voltar de viagem à Espanha, onde participei da Feira Internacional de Turismo de Madri (Fitur). Impressionei-me com a grande procura, por parte de investidores, de nosso estande. O mundo sabe que, muito em breve, o país pode se tornar uma das principais potências econômicas. Um exemplo é o fato de muitos investidores esforçarem-se para aprender português, na tentativa de abrir caminho para as negociações. Este ano, investiremos R$ 139 milhões na promoção de nossos destinos no exterior e o Instituto Brasileiro de Turismo, autarquia ligada ao ministério, voltará a abrir os escritórios em mercados prioritários já em março.

Quanto à mão de obra brasileira, em novembro de 2011, por exemplo, durante reunião de ministros do Turismo do Mercosul, propusemos um intercâmbio entre estudantes de turismo para especialização dos idiomas português e espanhol. E relembrando janeiro de 2005, dois atos foram firmados à época, durante a visita do Presidente Zapatero ao Brasil: o protocolo de colaboração em Matéria de Turismo entre Brasil e Espanha. E o acordo de cooperação sobre Cessão de Tecnologia Turística.

Cristina Lira – O que tem sido feito em relação ao turismo religioso?

Ministro Gastão Vieira –“Segundo a pesquisa ‘Dimensionamento e Caracterização do Turismo Doméstico’, realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) para o Ministério do Turismo, anualmente são feitas 7 milhões de viagens domésticas movidas pela fé. Este número representa 3,8% de todas as realizadas dentro do país, que em 2010 foram de aproximadamente 186,5 milhões. Meio por cento das viagens internacionais (cerca de 26 mil dos 5,16 milhões realizados em 2010) têm origem em motivos de viagem ligados à peregrinação, à fé e à religião. Além disso, já foram identificados 96 produtos turísticos de Norte a Sul do Brasil. Cerca de 18, dos 65 destinos turísticos indutores do MTur, têm potencial para o segmento. Os eventos católicos chegam a 177 por ano. Dos 344 municípios que informaram possuir oferta de turismo religioso, 176 possuem calendário de eventos religiosos”.

Cristina Lira- Existe alguma ideia de ação para promover o petróleo do Brasil em estandes nas feiras nacionais ou internacionais?

Ministro Gastão Vieira – “As projeções do pré-sal e as boas perspectivas de futuro ajudam a alavancar o turismo. Um projeto desse porte vai gerar muitos negócios, o que certamente levará ao aumento do fluxo de visitantes para as regiões produtoras. O que é muito bom para as cidades que terão movimentação constante em sua rede hoteleira, no comércio e nos locais de entretenimento”.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]