Salvador: Lavagem do Bonfim reúne baianos e turistas num ritual de fé

Governador Jaques Wagner, durante Lavagem do Bonfim.

Governador Jaques Wagner, durante Lavagem do Bonfim.

O governador Jaques Wagner participa nesta quinta-feira (12/01/2012) da Lavagem do Bonfim, em Salvador, acompanhado de autoridades estaduais, municipais e federais, como a ministra de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros.

Wagner disse que pede ao Senhor do Bonfim que traga luz e paz para o povo baiano, e que o governo do Estado vai continuar trabalhando para proporcionar mais educação, saúde, cultura, segurança e as obras que a Bahia precisa.

Já a ministra Luiza Bairros ressaltou o caráter da festa, representada pelo sincretismo, a diversidade, “uma forma que a população negra encontrou de colocar a sua marca em manifestações religiosas que já existiam. Isso é uma forma de promoção da igualdade”.

Cortejo

A celebração, que sempre acontece na segunda quinta-feira de janeiro, foi iniciada na Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, por volta das 9h, e seguiu rumo à Colina Sagrada, no Bonfim, com previsão de chegada às 12h. Os devotos percorrem o trajeto de oito quilômetros, geralmente vestidos de branco, acompanhando baianas e entidades, como Ilê Aiyê e Filhos de Gandhy, grupos de samba e autoridades políticas.

No Bonfim, as baianas lavam as escadarias e o adro da igreja com vassouras, água de cheiro e flores, assistidas por baianos e turistas, num ritual marcado pelo sincretismo. Depois do ritual religioso, a Lavagem adquire caráter profano com os festejos nas barracas, ruas e outros eventos programados para a mesma data.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]