José Carlos Aleluia alerta Jaques Wagner para extermínio de jovens baianos

“O governador Jaques Wagner poderia aproveitar a presença da presidente Dilma Roussef, em Salvador, no Dia Internacional em Memória às Vítimas do Holocausto, para pedi-lhe apoio no combate ao extermínio de jovens em nosso estado, um problema que precisa ser enfrentado urgentemente”, sugere o presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia.

Com base no Mapa da Violência 2012, do Instituto Sangari, Aleluia denuncia que a taxa de homicídios entre jovens de 15 e 24 anos, dobrou de 2006 para 2010. “Em 2006, era de 41 homicídios por 100 mil habitantes. Passou a 84,2 assassinatos por 100 mil habitantes em 2010”.

O líder oposicionista assinala ainda o impressionante dado referente ao total das causas de mortes dos jovens, entre 15 e 24 anos, em 2010. “De um total de 4.445 mortes de diversas causas em 2010, 2.215 foram causadas por assassinatos. Isso revela a ocorrência de um verdadeiro extermínio da nossa juventude”, alerta.

Aleluia informa que a Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa vai apresentar um projeto para a criação do Dia Estadual de Combate aos Crimes de Extermínio. “A proposta é que seja no dia 4 de março. Foi nesta data que ocorreu a ‘Chacina do Pero Vaz’, quando sete jovens foram assassinados nesse bairro popular de Salvador”.

Para o presidente democrata, o governador Jaques Wagner precisa se esforçar mais para que a marca da violência de seu governo não comprometa o futuro da Bahia. “É preciso investir em educação. Trazer o jovem para a escola. Não deixá-lo uma presa fácil ao tráfico de drogas”.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]