Falta segurança no interior baiano, afirma deputado Carlos Geilson

Com déficit no número de policiais, Santa Bárbara sofre a falta de segurança pública. O município com população de 19.064 habitantes (8.669 urbana e 10.395 rural), pelo Censo 2010, e extensão territorial de 346 km², dispõe, de acordo com um site de Feira de Santana, de efetivo da Polícia Civil formado por apenas dois agentes e uma delegada.

Santa Bárbara passa pela mesma realidade que atinge todo o interior da Bahia, e propicia a incidência de ações criminosas como os inúmeros assaltos a bancos ocorridos nos últimos meses. Além do efetivo, a segurança pública do estado enfrenta sérios problemas estruturais, como tem alertado com frequência o deputado estadual Carlos Geilson (PTN).

Em visita a outros municípios da microrregião de Feira de Santana, a exemplo de Tanquinho, Santanópolis, Irará, Água Fria e Lamarão, a equipe de assessoria do deputado verificou a precariedade nas instalações de delegacias, batalhões e viaturas e ouviu a população sobre a segurança local. O resultado das visitas será divulgado nos próximos dias.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).