Deputado Zé Neto conversa com ministra do Desenvolvimento Social sobre o papel dos Agentes de Saúde no processo de combate à pobreza

Zé Neto aproveitou para solicitar um diálogo mais aprofundado sobre o tema entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o Ministério da Saúde e a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania.

Zé Neto aproveitou para solicitar um diálogo mais aprofundado sobre o tema entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o Ministério da Saúde e a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania.

Líder do Governo aproveitou para solicitar um diálogo mais aprofundado sobre o tema entre o MDS, o Ministério da Saúde e a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania. 

Ao final do Segundo Encontro Estadual de Gestores do Programa Bolsa Família (clique aqui para saber mais), que teve início nesta terça-feira (17/01/2012) e segue até esta quarta (18), o deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT) – que há mais de 20 anos milita em prol dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE), chamou a atenção da ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Teresa Campelo, e do secretário Nacional de Renda de Cidadania, Tiago Falcão, quanto a relevância da utilização dos Agentes de Saúde na promoção, orientação e fiscalização de Programas Sociais no que tange o alcance e abrangência do Plano Brasil Sem Miséria (clique aqui para conhecer o Plano) para o processo de superação da extrema pobreza no país.

“O Agente de Saúde é aquele que está na ponta, que conhece de perto a população, que pode recolher os dados para o CadÚnico e repassar essas informações, importantes para a implementação de políticas públicas, para as prefeituras com vistas de que tais dados cheguem aos governos estadual e federal”, disse o deputado. Esse cadastro possibilita conhecer a realidade socioeconômica das famílias e ajuda ao poder público formular e implementar políticas específicas, que possam contribuir para a redução das vulnerabilidades sociais.

Zé Neto aproveitou para solicitar um diálogo mais aprofundado sobre o tema entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o Ministério da Saúde e a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania. Nos próximos dias o deputado deve conversar diretamente com o Diretor de Anteção Básica do Ministério da Saúde, Heider Pinto.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]