Deputado Paulo Azi homenageia jornalistas e destaca importância da liberdade de imprensa

Ao longo da história o Dia do Jornalista vem sendo comemorado em diversas datas, cada uma delas com sua justificativa, incluindo a data de 29 de janeiro, uma das mais citadas nos calendários comemorativos brasileiros. Embora não haja muitas referências à sua criação, o 29 de janeiro foi instituído a partir de uma homenagem ao jornalista e abolicionista José do Patrocínio, que teria falecido nesta data, em 1905.

O deputado Paulo Azi (DEM) aproveita a data de hoje, 29, para prestar homenagem a todos os profissionais de comunicação, lembrando que neste ano de 2012 a imprensa brasileira completa 204 anos e merece ser homenageada todos os dias. Ele chama a atenção para o direito universal à liberdade de imprensa e sua importância para a construção de um país mais justo e efetivamente democrático. “ É necessário que as instituições consolidadas e os governos, em todas as instâncias , assegurem o direito constitucional da informação e do livre exercício dos profissionais de imprensa”, reforçou, observando que projetos que indiquem controle das mídias, não passam de retrógradas tentativas de retorno à censura.

Outras datas também são consagradas aos jornalistas, a exemplo dos dias 24 de janeiro, dia do padroeiro da profissão, São Francisco de Sales, o 16 de fevereiro, Dia do Repórter; o 7 de abril, instituído pela Associação Brasileira de Imprensa, além dos dias 03 de maio, por ser a data da Liberdade de Imprensa, decretada pela ONU em 1993 e o 1o. de junho, considerado o Dia da Imprensa, a data em que passou a circular o Correio Braziliense, editado em Londres por Hipólito José da Costa Pereira Furtado de Mendonça.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).