Deputada Graça Pimenta diz que população sofre na busca de serviços nos cartórios baianos e cobra melhorias para os cidadãos

O sofrimento da população que busca os serviços dos cartórios extrajudiciais está sendo assunto constante na imprensa baiana. Ciente da situação, a deputada estadual Graça Pimenta (PR) afirma que o número de unidades que aderiram a privatização pode ser insuficiente para que haja avanço na prestação dos serviços.

“Dos 1.555 cartórios da Bahia, apenas 156 optaram pela privatização. O número é pequeno diante da população que busca pelos serviços cartoriais e isso pode comprometer o resultado da privatização. Mesmo que alguns cartórios sejam privatizados, os que continuarem sendo administrados pelo Tribunal de Justiça precisam ter o serviço melhorado com urgência. No Fórum Desembargador Filinto Bastos, em Feira de Santana, as pessoas estão tendo que dormir na porta do local para tentar conseguir atendimento”, afirma a parlamentar.

As leis que privatizam os cartórios e determinam a nova tabela de valores a serem cobrados na prestação dos serviços cartoriais, ambas aprovadas na Assembleia Legislativa (AL) em 2011, entram em vigor a partir do dia 30 março. Graça Pimenta lutou pela privatização dos cartórios e contra o aumento abusivo dos valores que serão cobrados.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]