Cooperativa da unidade de pólen de Canavieiras passa a ter acesso às políticas públicas

A Cooperativa de Apicultores de Canavieiras (Coaper), responsável pela administração da primeira indústria de pólen certificada do Brasil, comemora a conquista da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) Jurídica. O documento foi emitido pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), na última terça-feira (17/01/2012), e permite o acesso da cooperativa a todas as políticas públicas vigentes.

De acordo com o técnico da EBDA, Pedro Matos, que participou do processo para a emissão da DAP Jurídica, esse instrumento comprova que a cooperativa é uma entidade de agricultores familiares. “Essa é uma garantia de que a produção tem o toque das mãos dos agricultores familiares e isso abre portas. Os consumidores entendem que os produtos oriundos da agricultura familiar são superiores em qualidade”, disse Matos.

O gerente regional da EBDA de Itabuna, Wagner Ayres, esteve em Canavieiras, no Sul da Bahia, para participar da entrega da DAP Jurídica e aproveitou para conhecer as instalações da Unidade de Pólen. “Com essa DAP, a cooperativa poderá participar de programas governamentais, a exemplo da chamada pública para a venda de alimentos para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae)”, lembrou Ayres.

O diretor técnico da Associação Canavieirense de Apicultores (Acap), Aneylan Nascimento, acompanhou o gerente da EBDA na visita à indústria e explicou todo o processo de produção. A Unidade de Pólen tem capacidade para processar cerca de dois mil quilos do produto por mês, mas, atualmente, está trabalhando apenas com a metade de sua capacidade. A cooperativa aguarda a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) concluir a inspeção no local para credenciá-la ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbe/Poa), o que permitirá a comercialização da produção em todo território nacional.

“Estamos aguardando, com muita ansiedade a liberação desse certificado para aumentarmos a produção da associação”, disse o presidente da cooperativa, Alexsandro Santos Correia. Hoje, com o SIE (Selo de Inspeção Estadual), a cooperativa só pode vender seu produto dentro do estado da Bahia, embora o maior mercado de pólen esteja no Sul do país, de onde já se recebeu diversas encomendas.

Em Canavieiras, no atacado, o quilo do produto processado custa R$ 50, e no varejo é vendido por R$ 100, sendo que, em outras partes do país, o pólen é comercializado por até R$ 200. O alto valor de mercado está relacionado aos inúmeros benefícios que o produto traz para a saúde humana, por ser um dos alimentos mais completos e nutritivos da natureza. Dos 22 aminoácidos essenciais para o organismo, 18 são encontrados no pólen produzido em Canavieiras. De acordo com especialistas, o produto evita o envelhecimento precoce, ajuda no crescimento, combate a fragilidade capilar e anemias profundas, entre outros benefícios.

Qualidade Premiada

O município de Canavieiras se tornou referência nacional no assunto, devido a produção ser realizada durante todo o ano, tendo como florada principal as palmáceas, com destaque para as palmeiras de coco, piaçava e dendê. Outra característica é a qualidade do produto, que inclusive já rendeu prêmios, em nível nacional, para a Acap. “No Seminário Brasileiro de Própolis e Pólen, realizado em outubro do ano passado, nós ficamos com o primeiro lugar, no concurso que observou a aparência, o sabor e a coloração. E o mesmo aconteceu no 2° Congresso Nordestino, no Piauí, em dezembro do ano passado”, diz o produtor Aneylan Nascimento, lembrando que eles lutaram muito para chegar onde estão.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]