Audiência pública inicia debate sobre o aeroporto de Feira de Santana

Nesta terça-feira (31), às 9h, será realizada outra audiência na CDL de Feira de Santana

Foi realizada, na manhã desta segunda-feira (30/01/2012), no auditório da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicação da Bahia (Agerba), a audiência pública para discutir as regras que vão nortear o processo de licitação para as obras no Aeroporto João Durval Carneiro, em Feira de Santana. Nesta terça-feira será realizada, na Câmara do dirigentes lojistas (CDL), em Feira, a segunda audiência sobre o mesmo tema.

Durante a ocasião os usuários e prestadores de serviços de transporte aeroviário de passageiros o Aeroporto João Durval foram ouvidos a fim de aprimorar o termo de referência sobre a licitação para que ele possa atender as demandas da população.

Segundo o deputado e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT) “A ampliação do aeroporto vai desenvolver a economia da região por meio da melhor articulação das cadeias logísticas do Estado, integrando diversos municípios do interior”.

O diretor executivo da Agerba, Eduardo Pessoa, afirmou que ainda hoje a minuta do Termo de Referência sobre a licitação pública estará disponíveis no site do órgão (no link Audiências Públicas) para que os interessados possam esclarecer as dúvidas minuciosamente. O diretor destacou ainda, que a ampliação do aeroporto atende a uma demanda crescente no país – a aeroviária – relembrando que o Estado está esforçando-se para promover um serviço de qualidade para a população.

O aeroporto João Durval deverá receber, ainda neste ano, investimentos na ordem de R$ 6 milhões para ampliação e construção de estrutura capaz de receber vôos comerciais regionais regulares. Está previsto, ainda, a realização de uma série de obras, concluídas dentro de seis meses, que permitirão ao aeroporto receber aviões com até 60 passageiros. Entre elas a implantação de Serviço contra Incêndio, nova sinalização da pista, ampliação do posto de abastecimento de aeronaves, entre outras obras.

Vale lembrar que, em 2011, o Governo do Estado investiu R$ 2 milhões na recuperação e reforma de áreas no aeroporto, atendendo a algumas das exigências da ANAC, o que permitiu que fossem realizados voos regulares de pequenos aviões no local.

Fizeram parte da mesa de discusão o diretor executivo da Agerba, Eduardo Pessoa, o diretor geral da Agerba, Rondon Brandão, Ouvidor, José Mário dos Santos, o chefe de gabinete da Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), Marcos Cavalcanti – representando o vice-governador Otto Alencar e o superintendente de transporte da Seinfra, Ivan Barbosa.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).