Laboratório para pesquisa em campos maduros de petróleo é inaugurado em Salvador

Campos maduros de petróleo.

Parceria entre UFBA, Petrobras e Fapesb vai permitir estudos avançados no setor de campos maduros de petróleo.

Com investimento de R$ 2,5 milhões, sendo R$ 2 milhões da Petrobras e R$ 500 mil da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), foi inaugurado nesta sexta-feira, 26, o Laboratório de Elevação Artificial (LEA), o maior e mais completo do tipo no mundo. O evento contou com as presenças do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli; do secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Câmera, representando o governador Jaques Wagner; e da reitora da UFBA, Dora Leal, entre outros.

O LEA, instalado na Escola Politécnica da Ufba, é equipado com todos os instrumentos encontrados em um campo real da indústria de petróleo e possui três poços com 32 metros de profundidade. Instalado no Centro de Capacitação Tecnológica em Automação Industrial da Escola Politécnica, ele foi implantado a partir de uma parceria com a Petrobras e permite estudos avançados de diferentes métodos de elevação artificial, como bombeio mecânico e bombeio centrífugo submerso. Agora, academia, indústria e prestadores de serviço têm um ambiente qualificado para a pesquisa e o ensino.

A equipe do LEA é composta por estudantes e doutores da Ufba e tem como coordenador o professor e vice-diretor da Politécnica, Herman Lepikson. O laboratório terá um papel fundamental para o desenvolvimento de novas tecnologias em campos maduros, além de ser o exemplo da interação entre a universidade pública e a iniciativa privada.

Durante a solenidade de inauguração, o secretário Paulo Câmera parabenizou a Ufba pela iniciativa e falou do Centro de Tecnologia em Campos Maduros (Cetecam) que será instalado no Parque Tecnológico da Bahia, o que amplia as possibilidades de pesquisa em campos maduros, pois abrigará um Núcleo de Recuperação Especial de Petróleo. Abrigará ainda um Núcleo de Simulação Computacional e um de Ensaios Orgânicos e Inorgânicos, além do Núcleo de Metrologia.

A reitora Dora Leal lembrou que os primeiros geólogos e engenheiros de petróleo do Brasil foram formados na Ufba. “O laboratório é a contribuição viva da Ufba na geração de conhecimento para nosso Estado, já que reproduz as condições de um poço de petróleo. Com estas duas iniciativas, o objetivo é transformar a universidade em âncora para a recuperação especial de campos maduros,” destacou a reitora.

Já o presidente da Petrobras destacou que o novo laboratório é um marco para a Bahia e que ele vai permitir um aumento na produção local.

Participaram ainda do evento o superintendente de Planejamento e Pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Elias Ramos de Sousa; o secretário executivo adjunto do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, Antônio Ibañez Ruiz; e o vice-reitor da Ufba, Luiz Rogério Bastos.

Editais de R$ 5 milhões

Depois da inauguração do laboratório, as autoridades seguiram para a sede da Fapesb, que está comemorando 10 anos de existência. Durante o evento foram lançados quatro editais totalizando R$ 5 milhões. Foi lançada ainda uma publicação comemorativa, um livro mostrando trabalhos de destaque realizados com o apoio da fundação, como pesquisas dos institutos nacionais de Ciência e Tecnologia da Bahia e os projetos estruturantes: Terapia Celular, Bahia de Todos os Santos e Engenharia e Ciência da Computação.

O secretário Paulo Câmera analisou como positivo os números de bolsas e projetos apoiados pela Fapesb desde a sua criação (30.600 bolsas e 7.400 projetos). Lembrou que o Parque Tecnológico também terá bolsas de pesquisa por meio Proparq. Por fim, ressaltou o apoio do Governo da Bahia no incentivo à pesquisa em ciência, tecnologia e inovação.

Já o diretor-geral da Fapesb, Roberto Paulo, destacou que todos os modelos de crescimento econômico, assim como as experiências recentes mostram o papel determinante da pesquisa científica e da novação no desenvolvimento das nações. “A Fapesb completa 10 anos e cumpre com eficiência sua atribuição de fomentar a pesquisa científica e tecnológica na Bahia”.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]