28 de julho é o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais

O dia 28 de julho é dedicado para alertar a população sobre a importância da vacinação contra as hepatites virais. Instituído como o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais pela Assembléia Mundial da Organização das Nações Unidas, o objetivo da data é sensibilizar a população sobre esta doença e prever ações de combate, já que casos têm se agravado principalmente no Brasil. A deputada estadual Graça Pimenta (PR) faz um alerta e destaca a importância da vacinação.

“De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de um milhão de mortes por ano são atribuídas às hepatites virais. Apesar da forma viral ser a mais frequente, outras formas de se contrair a doença podem ocorrer através de bactérias, medicamentos, álcool, tóxicos, etc. A hepatite é a inflamação do fígado, um dos órgãos mais importantes do corpo humano que, quando está lesionado, perturba todo o funcionamento do organismo. A forma de prevenir e controlar a doença é através da vacinação (Hepatite A e B) e tratamento (Hepatite C). Milhões de pessoas podem ser portadoras desses vírus e não sabem”, destaca a parlamentar.

A Hepatite A pode ser adquirida pela via fecal-oral, por isso a importância de lavar bem as mãos antes e depois de ir ao banheiro e antes das refeições, além de lavar corretamente frutas e legumes antes de consumir. A Hepatite B pode ser adquirida através de contato com sangue contaminado e através de relação sexual. A Hepatite C pode ser transmitida através de transfusões de sangue contaminado; é considerada a mais grave, pois dificilmente é diagnosticada no início e, portanto, não deixa chances de cura, levando a pessoa a fazer tratamento durante toda a vida.

Os públicos-alvo da campanha este ano são jovens até 24 anos, tendo como incentivo à vacinação da hepatite B, e pessoas com mais de 45 anos, incentivando o diagnóstico da hepatite C. Nem sempre os sintomas das hepatites B e C aparecem: tontura, enjôo, febre, cansaço, dor na região do fígado, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Só com exames de sangue bem detalhados é possível saber se a pessoa está ou não com hepatite. Vale ressaltar que os casos mais graves podem evoluir.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]

Be the first to comment on "28 de julho é o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*