PF terá aviões não tripulados vigiando as fronteiras brasileiras ainda este ano

São Paulo – O patrulhamento das fronteiras passará a usar ainda este ano dois veículos aéreos não tripulados (Vant), disse hoje (25/03/20111) o superintendente da Polícia Federal (PF) em São Paulo, Roberto Troncon Filho. “Os dois equipamentos estarão trabalhando este ano. Um imediatamente e outro estará no país até a metade deste ano”.

Troncon Filho participou de um debate sobre segurança pública, em São Paulo, e falou dos investimentos do governo federal no combate à criminalidade nas áreas de fronteira. Segundo ele, os aviões são exemplos desses investimentos.

Troncon Filho disse que, sem a ajuda dos Vants, é impossível para a PF e para as Forças Armadas vigiarem os 23 mil quilômetros de fronteiras do Brasil. “Ainda que as Forças Armadas fossem fazer só a segurança de fronteiras, é impraticável”, afirmou.

O superintende da PF também defendeu a integração entre as várias forças policiais do país, além de acordos entre as nações vizinhas, para melhorar o combate à criminalidade. “O Brasil está buscando cada vez mais a cooperação entre órgãos públicos não só em nível nacional, mas com países vizinhos para otimizar o nosso trabalho. Torná-lo inteligente sem prejudicar a integração dos povos, que é objetivo de todos”, disse.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Alberto Peixoto
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.