Feira de Santana: Vereador critica os serviços prestados pelo Hospital Geral Clériston Andrade

Lulinha reclama das irregularidades do HGCA

O vereador Luis Augusto – Lulinha (DEM), esta semana, em seu pronunciamento na Casa Legislativa, denunciou irregularidades no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). A demora na realização de exames, a escassez de aparelhos, falta de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), erros médicos e a falta de ambulâncias fizeram parte dos reclames do edil.

Na oportunidade, ele citou um caso de um morador do bairro Conceição, Manoel Messias Nunes Barreto, que ao sofrer um acidente de moto foi levado ao HGCA, onde, segundo o vereador, não recebeu atendimento adequado e, como conseqüência, veio a óbito.

Segundo Lulinha, por falta de tomógrafo no Clériston, a família da vítima teve que arcar com cerca de R$ 1.200,00 com exames de tomografia em um hospital particular. Ele afirmou ainda que não havia ambulância para levar o paciente para fazer os procedimentos médicos fora do HGCA.

“Seu Messias não conversava direito, não estava andando, os olhos estavam inchados, porém o paciente não se encontrava em coma, por conta disso, não conseguiu a UTI. Na tomografia constava que ele estava com coágulos no cérebro e em um dos olhos, além de uma fratura no maxilar. Mesmo com o resultado dos exames, o médico Eduardo Portilho Lopes deu alta, no último dia 9. Na terça-feira, o senhor Messias veio a óbito na sua residência. No dia anterior, a família procurou um médico neurologista particular, doutor Paulo Martins Machado, que avaliou o paciente e disse que o mesmo deveria ter ficado internado”, declarou o edil.

O vereador informou também que recentemente outro caso semelhante de liberação médica precipitada aconteceu com uma mãe de um eleitor dele. De acordo com o denunciante, a vítima sofreu um início de infarto, levada ao hospital HGCA, teve alta com apenas dois dias de internada, sem a mínima condição. “Os pacientes estão sendo liberados, talvez porque está faltando leitos”, observa.

Câmara Municipal realiza Sessão Solene nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira (17), a partir das 19h30, o padre José Cícero Silva será outorgado com o título de Cidadão Feirense, atendendo ao Decreto Legislativo nº 33/2010, de autoria do vereador Carlos Alberto Costa da Rocha – Frei Cal (PMDB). O evento ocorrerá no plenário da Casa da Cidadania.

Perfil do laureado

O padre José Cícero Silva é natural de Maribondo – Alagoas, nascido no dia 14 de março de 1961. É formado em Filosofia e licenciado em História pela FTC (Faculdade de Tecnologia e Ciências). Em 1993, foi ordenado Padre da Paróquia de São Francisco de Assis em Brasília – DF. Dois anos depois foi transferido para a Bahia onde passou a ser vigário paroquial e vice-mestre em Candeias.

Posteriormente pediu a autorização a Ordem Franciscana para entrar na Diocese de Feira de Santana. Do período de 1995 a 2005 atuou nas Paróquias de Nossa Senhora dos Humildes, Nossa Senhora de Conceição do Jacuípe, Paróquia de Santa Luz e atualmente encontra-se na Paróquia do Perpetuo Socorro, no bairro do Tomba, aqui em Feira.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]