OIM lança kit de proteção do tráfico humano para migrantes

O kit contem 55 mil cópias de um guia de bolso com dicas para combater o crime. A iniciativa conta ainda com pôsteres e folhetos que serão distribuídos a 25,5 mil migrantes nos próximos seis meses.

O kit contem 55 mil cópias de um guia de bolso com dicas para combater o crime. A iniciativa conta ainda com pôsteres e folhetos que serão distribuídos a 25,5 mil migrantes nos próximos seis meses.

Pacote contém guia de bolso, pôsteres e folhetos que serão distribuídos para mais de 25 mil migrantes, na Indonésia, nos próximos seis meses.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, lançou na Indonésia um kit de proteção para trabalhadores migrantes. O objetivo do pacote é protegê-los de violações de direitos humanos, incluindo o tráfico de pessoas.

O kit contem 55 mil cópias de um guia de bolso com dicas para combater o crime. A iniciativa conta ainda com pôsteres e folhetos que serão distribuídos a 25,5 mil migrantes nos próximos seis meses.

Emprego

A OIM tem a ajuda de centros comunitários em várias partes do país do sudeste da Ásia.

O governo da Indonésia informou que existem cerca de 2,5 milhões de indonésios trabalhando ilegalmente no exterior, quase a metade dos que saem do país para conseguir emprego, legalmente, em outras regiões.

O kit de proteção aos trabalhadores migrantes está sendo financiado pelo Departamento de Estado americano e por parceiros da OIM.

Cerca de 70% das vítimas assistidas pela OIM em casos de tráfico de seres humanos na Indonésia saíram do país por motivo de trabalho. Mais da metade delas foi traficada para o trabalho escravo em casas de família.

*Com informações da Rádio ONU em Nova York.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]