Mel produzido em Ribeira do Pombal beneficia dois mil apicultores

Considerada uma experiência baiana bem-sucedida na área de combate à pobreza rural, o projeto das cooperativas de mel do município de Ribeira do Pombal, a 271 quilômetros de Salvador, tem cumprido com êxito a tripla missão de dar assistência técnica a dois mil apicultores, abastecer o mercado local e exportar o produto para a Europa.

As ações são articuladas pela Central de Cooperativas de Apicultores da Bahia (Cecoapi) e são desenvolvidas no âmbito do Programa de Combate à Pobreza Rural, da Secretaria do Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir), por intermédio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

Recentemente, um encontro entre o superintendente da CAR, Dernival Oliveira Júnior, e um dos coordenadores da Cecoapi, Eduardo Ribeiro, confirmou os bons resultados do projeto. De acordo com Ribeiro, a atividade de produção do mel em Ribeira do Pombal tem despertado a atenção porque o produto já foi apresentado à Europa e constatada sua alta qualidade.

Crescimento

Para Dernival, a tendência da atividade é crescer porque todo conhecimento adquirido com a assistência técnica está sendo revertido em qualidade da produção. E não poderia ser diferente, pois as informações tecnológicas obtidas tendem a pressionar a produtividade do mel. “Com boa vontade dos envolvidos e o apoio decisivo da assistência técnica, a tendência natural é que todos saiam ganhando, inclusive o consumidor”, completou.

O presidente da Cecoapi, Francielio da Silva Macedo, ressaltou que o projeto é resultado de um convênio firmado entre a Secretaria do Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir), a Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri) e a própria Central de Cooperativas.

“O apoio da Sedir, através do secretário Wilson Brito, foi fundamental para o sucesso dessa atividade porque ajudou com a construção de casas e entrepostos de mel, entrega de kits para a apicultura e com os recursos que possibilitaram essa assistência técnica”, informou Macedo.

O mel de Ribeira do Pombal é vendido para cidades como Picos, no Estado do Piauí, Salvador, Aracaju, São Paulo, mercado regional e europeu. Desde o ano passado, a venda do mel já é feita para os supermercados com a marca da Cecoapi e, segundo o presidente, deve se intensificar ainda mais nos próximos anos.

Merenda escolar

O programa de aquisição de alimentos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), órgão federal, também já é uma realidade para os apicultores de Ribeira do Pombal. Eles vendem o mel à Conab, que repassa o produto para a merenda escolar em municípios da região, como o próprio Ribeira do Pombal e Tucano. O projeto também está sendo encaminhado para os municípios de Jeremoabo, Santa Brígida e Coronel João Sá.

Fundada há 10 anos, a Cecoapi atua nos Territórios do Nordeste II e do Sisal e possui 38 funcionários distribuídos em 23 municípios da área de atuação da entidade, que funciona como agente articulador da produção da cooperativas. Com 600 apicultores, o órgão agrega cooperativas dos municípios de Ribeira do Pombal, Jeremoabo, Tucano e Inhambupe.

O mel é comprado na mão do apicultor por preços que variam de R$ 3,50 a R$ 4 o quilo e vendido com valores maiores (R$ 0,20 a mais por quilo). A produção média mensal comercializada atinge 40 mil quilos e a produção anual pode chegar a 500 mil quilos. A estrutura da Cecoapi engloba um entreposto e uma casa de mel, um caminhão, além de 32 motos e dois veículos.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]